Anne With An E: Quais são as principais diferenças entre os livros e a série da Netflix?

O seriado foi oficialmente cancelado em janeiro, após o lançamento da terceira temporada

Redação Publicado em 04/07/2020, às 14h00

None
Anne with an E (Foto: Divulgação/Netflix)

***Atenção: o texto contém spoilers dos livros e da série***

Seriado da Netflix produzido em parceria com o canal CBC, Anne With An E foi oficialmente cancelado após o lançamento da terceira - e última - temporada. A trama apresentada na série é baseada no romance Anne de Green Gables, escrito por Lucy Maud Montgomery, e publicado em 1908.

+++LEIA MAIS: Por que Anne With An E não deveria ter sido cancelada?

No livro, o público conhece a história da vida da órfã Anne Shirley. A narrativa foi tão querida pelos leitores que ganhou sete livros em sequência. Além da sensibilidade e profundidade da trama, a obra ganhou bastante reconhecimento por apresentar questões pouco discutidas em 1908, como feminismo - e foi, inclusive, considerada avançada para a época. 

Na série, o foco é voltado para os anos de pré-adolescência e adolescência de Anne Shirley (Amybeth McNulty), logo após ter sido adotada pelos irmãos, Marilla e MatthewCuthbert. Ao se mudar para Green Gables, a menina passa a conhecer amores os quais ela jamais havia conhecido - paternal, de amigos e até mesmo uma paixão. Os livros começam do mesmo ponto também.

+++LEIA MAIS: Amou Anne With An E? Conheça Love 101, série adolescente sensível e perfeita para maratonar na Netflix

Como a maior parte das adaptações, há bastante diferença entre o livro Anne de Green Gables e a série Anne With An E. Os criadores do seriado optaram por seguir um caminho mais distante das obras literárias, mas foram fiéis na representação dos personagens principais, por exemplo - como Anne, Diana, Gilbert, Marilla e Mathew

Assim, listamos as principais diferenças entre Anne de Green Gables e Anne With An E. Vale lembrar que as divergências não tornam uma produção melhor do que a outra, até porque foram criadas em momentos muito diferentes - são cem anos de distância desde o lançamento do livro até a estreia da série. 

+++LEIA MAIS: Revolução teen na Netflix: séries adolescentes invadem o serviço de streaming

Tom Sombrio

Principalmente na primeira temporada há um tom mais sombrio ao apresentar o passado de Anne. De fato, é uma situação complexa e triste - mas, ao comparar com os livros, a série pesou bastante na ideia do sofrimento e nas vivências da protagonista antes da adoção acidental dela.

Ao passar das temporadas, esse "tom sombrio" em relação à Anne foi tornando-se mais brando, contudo, em outros arcos narrativos, os criadores da série optaram por deixar com um ar mais sinistro, misterioso e até mesmo 'pesado', como na história da pequena Ka'kwet - que não faz parte dos livros. 

+++LEIA MAIS: Anne with an E: 4 séries para matar saudade da produção cancelada pela Netflix


Ka'kwet 

Como essa história foi uma adição na série, isto é, não existe nos livros originais, os fãs nunca saberão o que a criadora e produtora executiva, Moira Walley-Beckett, tinha para o futuro de Ka'kwet - que tem um final inconcluso no seriado. 

+++LEIA MAIS: Petição para volta de Anne With An E passa de 400 mil assinaturas e bate recorde histórico


Novos personagens

Assim como Ka'kwet, Sebastian (Bash), a esposa dele Mary, e o amigo das meninas, Cole, não foram criados pela autora do livro, portanto, não aparecem em nenhuma das oito obras literárias. Os quatro personagens foram feitos para o seriado, sendo assim, com o cancelamento da série, não tem como saber o futuro deles. 

+++LEIA MAIS: Qual é a série mais popular no Brasil em 2020? Veja top 10 - e assista todas na Netflix


Adaptação de Anne na nova vida

A adaptação de Anne, principalmente na escola, é bem complicada. Ela sofre bullying e não tem amigos, passa boa parte do tempo pedindo para Marilla para não voltar ao colégio, porque ninguém a aceita.

No livro, porém, não é bem assim. Anne até sofre um pouco na adaptação, mas nem se compara com o tom dramático escolhido pelo seriado para esse período de ambientação em um novo colégio. 

+++LEIA MAIS: Netflix confirma o fim da série Anne With an E com recado fofo e em português de Amybeth McNulty


Desenvolvimento

Embora os diálogos da série sejam bem fiéis aos livros, há uma diferença evidente no desenvolvimento da narrativa. Nos livros, como a trama é mais leve, ela se desenrola muito mais facilmente e inclusive mais rapidamente, sem plots twists demorados ou que duram por muito tempo. 

+++LEIA MAIS: Série Anne With An E é cancelada, mas deve virar filme depois de comoção no Twitter; entenda


Futuro de Diana

Ao final da terceira temporada, depois de brigar muito com os pais, Diana consegue a aprovação deles para seguir para a Queen's College. No entanto, nos livros, ela é a única personagem que não vai para esta Faculdade e segue outro destino.

+++LEIA MAIS: Amou Simplesmente Acontece? Conheça Lovesick, série da Netflix sobre paixão entre melhores amigos perfeita para maratonar


Billy Andrews

Nos livros, o personagem Billy Andrews é chato - mas não tão chato quanto é na série. Além disso, nas obras literárias, ele tem uma queda por Anne, e constantemente a autora fala sobre como ele admira Anne - o que é praticamente inimaginável no seriado. 

+++LEIA MAIS: Amou Elite? Conheça Outer Banks, a nova série teen de suspense da Netflix


Família de Gilbert Blythe

De acordo com os livros, Gilbert Blythe não é órfão - ele tem pai e mãe. Além disso, há uma pequena introdução, com flashbacks, de uma relação entre o pai de Gilbert e Marilla na série da Netflix, mas isso não aconteceu na história original.

+++LEIA MAIS: Nova era dos reality shows? Como o streaming como Netflix e Amazon Prime Video mudou o jogo? [ANÁLISE]


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO