Antes de Corra!, Daniel Kaluuya ganhou fama por Black Mirror, da Netflix; entenda

Vencedor do Oscar, Daniel Kaluuya teve um papel importante antes de ser convidado para estrelar Corra!, de Jordan Peele

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 07/07/2021, às 19h22

None
Daniel Kaluuya (Foto: Chris Pizzello-Pool / Getty Images)

Não há como não associar a imagem de Daniel Kaluuya a Corra! (2017), longa de Jordan Peele considerado o trabalho mais importante e reconhecido do astro. No entanto, o ator alcançou a fama por outro papel: o de Bing em um episódio da série Black Mirror (2011). 

O ator participou de Fifteen Million Merits, segundo episódio da primeira temporada de Black Mirror. Ele se passava em um futuro distópico no qual as pessoas eram obrigadas a pedalar bicicletas ergométricas para gerar energia. Para tentar sair dessa realidade, precisavam participar de um show de talentos de calouros. 

+++ LEIA MAIS: Idris Elba ou Daniel Kaluuya: quem deveria ser o próximo James Bond?

O episódio logo foi visto pelo diretor Jordan Peele, quem achou a atuação de Kaluuya impressionante, e, assim, ofereceu-lhe o papel que mudaria sua vida: o de Chris Washington no filme de terror Corra!

Após isso, o astro se tornou conhecido mundialmente, e participou de diversas produções de sucesso. Conseguiu integrar o MCU e atuou ao lado de Chadwick Boseman ao dar vida a W’Kabi em Pantera Negra (2018). 

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 4 filmes para conhecer a carreira de Daniel Kaluuya, astro de Judas e o Messias Negro [LISTA]

Além do carinho do público, Kaluuya também é querido pelos críticos e chegou ao Oscar. Na cerimônia de 2021, o ator ganhou a estatueta de Melhor Ator Coadjuvante pela performance como Fred Hampton no drama histórico sobre os Panteras Negras, Judas e o Messias Negro (2021). 

Se o show de talentos do episódio de Black Mirror fosse real, Kaluuya teria vencido. De qualquer maneira, o ator conseguiu mostrar ao mundo seu potencial na atuação, e, com certeza, impressionará mais uma vez.

+++ LEIA MAIS: Oscar 2021: 5 curiosidades de Judas e o Messias Negro, indicado a Melhor Filme

As informações são do Cheat Sheet


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL