Anthony Rapp processa Kevin Spacey por suposto abuso sexual

Em 2017, Rapp acusou Spacey de abuso, e agora, processa o ator junto ao anônimo identificado como C.D

Redação Publicado em 10/09/2020, às 16h24

None
Montagem de Anthony Rapp (Foto: Dia Dipasupil/Getty Images) e Kevin Spacey (Foto:AP Photo/Steven Senne/Arquivo)

O astro Anthony Rapp e outro homem identificado como C.D. estão processando o ator Kevin Spacey, de House of Cards, por supostos casos de agressão sexual ocorridos na década de 1980. As informações são do site Consquence of Sound.

+++LEIA MAIS: Morre 2° acusador de Kevin Spacey, Ari Behn, após suicídio na noite de Natal

Em 2017, Rapp - um dos mais conhecidos atores de teatro musical, além de estrela de Star Trek: Discovery - foi o primeiro de muitos homens a acusar Kevin Spacey de abuso sexual. De acordo com os documentos do tribunal, ambos se encontraram enquanto Rapp, na época com 14 anos, atuava na produção da Broadway Precious Son

Segundo Rapp, Spacey o convidou para ir a uma festa no apartamento dele - e foi quando o ator começou a avançar agressivamente para abusar sexualmente dele. Spacey teria agarrado as nádegas de Rapp, além de tentado levantá-lo à força e deitar em cima dele. O garoto teria “corrido para o banheiro do apartamento”, se escondido e fugido após alguns minutos.  

+++ LEIA MAIS:  Após mais uma acusação de abuso sexual, Kevin Spacey posta vídeo interpretando Frank Underwood e negando denúncias

O anônimo C.D. também falou sobre o abuso que sofreu em 1981, aos 12. Em declaração, ele revelou que frequentou uma aula de atuação, e anos depois, Spacey o convidou para o apartamento dele. Segundo a declaração, o menor realizou sexo oral e anal no ator de House of Cards no primeiro de alguns outros encontros. 

Na última vez, Spacey tentou fazer sexo anal com C.D. à força, mesmo com ele resistindo e afirmando que não queria. Depois, ele conseguiu fugir. O processo feito pelos dois busca reconhecimento de danos por agressão e sofrimento emocional. Segundo documentos judiciais divulgados pelo site Consequence of Sound, os dois demandantes:

LEIA MAIS: Após morte de acusador, Kevin Spacey se livra de processo de abuso sexual

"Sofreram ferimentos psicológicos, incluindo, mas não se limitando a, sofrimento emocional severo, humilhação, medo, raiva, depressão e ansiedade; um choque severo no sistema nervoso [deles]; e tenham sofrido angústia mental, danos emocionais e psicológicos como resultado disso e, segundo informações e convicções, alguns ou todos esses ferimentos são de natureza permanente e duradoura; e os autor [es] ... [foram] forçados a se abster dos deveres de [sua] vocação, e [têm] e / ou serão obrigados a gastar quantias em dinheiro para despesas médicas".

Kevin Spacey tem cerca de 20 denúncias de abuso sexual contra ele. 


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'