Escritor Gore Vidal morre aos 86 anos

Autor de Lincoln e Myra Breckinridge sofreu complicações decorrentes de uma pneumonia

Redação Publicado em 01/08/2012, às 11h17 - Atualizado às 11h17

Gore Vidal
AP

O escritor e comentarista político Gore Vidal morreu nesta terça-feira, 31, aos 86 anos, informou o site da BBC. Ele já estava doente há algum tempo e sofreu complicações decorrentes de uma pneumonia em sua casa em Los Angeles, segundo informou Burr Steers, sobrinho dele.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Vidal começou na carreira literária aos 19 anos e continuou exercendo a escrita por mais de 60 anos, totalizando 25 livros, incluindo Lincoln e Myra Breckinridge. Considerado um dos principais – e mais egocêntricos – escritores do século passado, ele abordava temas como religião, política e sexualidade em sua obra. Em A Cidade e o Pilar (1946), causou polêmica ao retratar um protagonista gay.

O autor se opôs às guerras do Vietnã e do Iraque, e foi um crítico severo do governo George W. Bush. Nos anos 1960 e 1980, ele mesmo chegou a se candidatar pelos democratas ao congresso norte-americano.

Em 1950, conheceu Howard Austen, com quem viveu na Itália até a morte de Austen, em 2005. Depois disso, ele se mudou para Los Angeles.