Após investigações, Ricardo Salles pede demissão do Ministério do Meio Ambiente

Joaquim Álvaro Pereira Leite, que atuava como Secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, foi nomeado como novo ministro do Meio Ambiente

Redação Publicado em 23/06/2021, às 18h18

None
Ricardo Salles (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)

Ricardo Salles, quem ocupava o cargo de ministro do Meio Ambiente desde janeiro de 2019, pediu demissão ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta quarta, 23 de junho. 

O ato de exoneração foi oficializado em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU). Joaquim Álvaro Pereira Leite, quem atuava como Secretário da Amazônia e Serviços Ambientais da pasta, já foi nomeado no lugar de Salles como novo ministro do Meio Ambiente. 

+++ LEIA MAIS: Bolsonaro questiona manifestações contrárias ao governo: ‘Maioria é paga’

Por estar na mira de investigações do Supremo Tribunal Federal (STF) - devido a acusações sobre ter relações com um esquema de desvio de madeira ilegal - Salles sofria pressão para deixar o cargo. No entanto, segundo ele, sua saída teve motivos familiares como causa. 

Salles estava na função há dois anos e seis meses e, durante esse período, sofreu uma gestão recheada de tensões. O ex-ministro vinha buscando apoio para a permanência no Ministério, mas sua demissão já era esperada há algum tempo.

+++ LEIA MAIS: 'Vamos prender Bolsonaro', diz vice-presidente da CPI da Covid


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL