Pulse

Após saída de J.J. Abrams, novo Star Trek pode ser dirigido por roteirista de As Aventuras de Tintim

Joe Cornish, que também assina a história do filme Homem-Formiga, seria o favorito da produtora para a vaga deixada em aberto

Redação Publicado em 02/11/2013, às 17h03 - Atualizado às 17h50

Star Trek
Divulgação

Um sinal de alerta se ascende sobre a terceira parte de Star Trek. Após a saída de J.J. Abrams, a cadeira de diretor está em aberto e, de acordo com o site Deadline, ela pode ser ocupada por um profissional ainda novato.

Entrevista: J.J. Abrams é um homem que sabe, em especial, o que não dizer – tanto sobre Star Trek quanto em Star Wars.

O nome da vez e preferido pelo estúdio é o pouco rodado Joe Cornish, um diretor e roteirista inglês cujos trabalhos mais relevantes, até aqui, foram como corroteirista de As Aventuras de Tintim e do ainda não lançado longa-metragem Homem-Formiga. Ele assinou como diretor uma única vez, com o elogiado Ataque ao Prédio, em 2011 – antes disso, ele havia comandado alguns episódios de séries e documentários para TV.

Galeria: os dez maiores vilões de Star Trek.

Até então, outro nome que estava em voga nos corredores da Paramount era de Rupert Wyatt, cujo currículo traz a direção de Planeta dos Macacos: A Origem, lançado em 2011 e bem aceito pelos fãs da franquia.

O roteiro da terceira aventura desde que a série foi recomeçada, sob o comando de Abrams, também está sendo escrito pela dupla Alex Kurtzman e Roberto Orci, com a ajuda de outra dupla de roteiristas, Ashley Miller e Zack Stentz.

Crítica: Além da Escuridão - Star Trek deve agradar aos fãs e ao público em geral.

Abrams deixou a franquia de Star Trek para se dedicar inteiramente ao trabalho como diretor da nova série de filmes sobre outra tradicional série cinematográfica de ficção científica: Star Wars.

Star Trek 3 tem previsão de chegar aos cinemas em 2016.