Após show de Madonna em Israel, dançarina é interrogada no aeroporto

Na apresentação, Mona Berntsen vestiu um figurino com a bandeira da Palestina nas costas

Redação Publicado em 21/05/2019, às 09h45

None
Madonna durante apresentação no Eurovision 2019, em Israel (Foto:Reprodução)

Mona Berntsen, uma das dançarinas que participou da apresentação da Madonna na final do programa Eurovision 2019, na cidade israelense de Tel Aviv, foi detida e interrogada por mais de uma hora no aeroporto enquanto tentava deixar o país e voltar para casa.

No show, ela vestiu um figurino que tinha bordado nas costas a bandeira da Palestina. Ao final da performance, e como haviam ensaiado, Mona e outro dançarino, que carregava na roupa a bandeira de Israel, saíram do palco abraçados, como pode ser visto na imagem abaixo. (Crédito: Reprodução)

Em uma publicação nas redes sociais, a coreógrafa norueguesa agradeceu à Rainha do Pop por deixá-la fazer parte da apresentação e "carregar a bandeira da Palestina em frente a milhares de pessoas", mas elaborou sobre a situação:

"Infelizmente a repressão na Cisjordânia é real. As horas seguintes ao show foram intensas, e eu nunca imaginei que me sentiria monitorada da forma como fui". E continuou o relato, dizendo que foi detida por uma hora e meia enquanto era interrogada.

"Precisei contar minha vida inteira, os motivos por ter viajado para países árabes em outras ocasiões, minhas relações com religião, assuntos familiares, mostrar detalhadamente o que fiz durante minha estadia lá e explicar exatamente o que eu fiz e por onde passei durante a última vez que estive em Jerusalém, três anos atrás."

Para concluir o texto, Mona escreveu: "E tudo isso supostamente por carregar a bandeira da Palestina como parte de uma performance que tinha como objetivo transmitir uma mensagem sobre o conflito atual e promover paz, união e liberdade. Não consigo nem imaginar o monitoramento e repressão que o povo palestino sofre diariamente."

Depois de rejeitar o pedido de Roger Waters para que cancelasse o show, Madonna ainda rebateu as críticas feitas pela ministra da Cultura de Israel e defendeu a performance com tom político.

+++ [Session RS] Di Ferrero revela qual música criou ao conhecer a esposa Isabeli Fontana