Após tragédia em show de metal, primeiro-ministro da Romênia renuncia ao cargo

Incêndio em casa de show na cidade de Bucareste, no dia 30 de outubro, deixou 32 mortos

Redação Publicado em 05/11/2015, às 10h22 - Atualizado às 12h26

Victor Ponta, ex-primeiro ministro da Romênia
Vadim Ghirda/AP

Protestos em razão de uma tragédia que deixou 32 mortos e mais de 200 feridos em um incêndio durante um show de heavy metal na cidade de Bucareste, Romênia, levaram o primeiro-ministro do país, Victor Ponta, a renunciar ao cargo.

Uma seleção das mais polêmicas, absurdas e ultrajantes autobiografias do rock.

O acidente aconteceu em 30 de outubro, durante o lançamento do disco da banda local Goodbye To Gravity, no Colectiv Club. Em um caso semelhante ao da boate Kiss, em janeiro de 2013, em Santa Maria (RS), no qual mais de 242 pessoas morreram, fogos de artifício teriam propagado o fogo no local.

Bandas de metal também gostam do Natal: ouça as doze melhores e mais pesadas músicas natalinas.

Ponta estava sendo pressionado por denúncias de corrupção e as acusações de falta de supervisão das normas de segurança (o Colectiv Club não cumpria ordens estabelecidas). Os fatos levaram mais de 20 mil pessoas a protestos em Bucareste.

Nelson Mandela: relembre as homenagens do cinema ao líder político.

"Espero que a renúncia do governo satisfaça as pessoas que estavam nas ruas. Eu tenho que reconhecer a revolta legítima da população", declarou o ex-primeiro-ministro em discurso à TV romena.