Arcade Fire lança curta de terror no dia das bruxas com participações de The National e Fleet Foxes; assista

O filme de baixo orçamento foi gravado durante a turnê de 2011 da banda, e traz um fantasma de Jim Morrison na trama

Rolling Stone EUA Publicado em 01/11/2014, às 13h51 - Atualizado às 14h04

Arcade Fire

Ver Galeria
(4 imagens)

Enquanto diversos artistas aproveitam o dia das bruxas para se vestir à caráter, o Arcade Fire usou a ocasião do último dia 31 de outubro para divulgar um vídeo de terror de 24 minutos. O filme foi gravado durante a turnê de Suburbs (2011) e traz os companheiros do The National e do Fleet Foxes em papéis secundários.

Selecionamos as melhores covers feitas pelo Arcade Fire durante a turnê Reflektor.

“Noreen Bauble”, um pseudônimo frequentemente usado pelo grupo canadense, assina a direção de Festi. No filme, uma garrafa de vinho mágica é aberta e libera um fantasma de Jim Morrison, que começa a aterrorizar Will Butler enquanto ele celebra o aniversário de 27 anos com os colegas de banda.

O próprio medo de Butler em fazer parte do “Clube dos 27”, de certa forma, se manifesta em Morrison correndo com uma faca e cortando os integrantes do Arcade Fire um por um até que, finalmente, ele possui Butler de vez.

Edição 90 (perfil) – Arcade Fire: o fogo que não se apaga.

Ainda que os créditos no fim deem a impressão de que este filme de baixo orçamento tem a participação de diversas estrelas – Peter Gabriel como “Guard #1” e Andrew Garfield como “Homem-Aranha” –, tudo não passa de uma brincadeira. ZZ Top não aparece como “Ele Mesmo” para cantar “Redemption Song”, do Bob Marley, e parece ser a multi-instrumentista Regine Chassagne quem interpreta Slash durante a cena de exorcismo de Festi, e não o próprio guitarrista o Guns N’ Roses.

Vida Pop – O curioso caso do sumiço do rock: muitos tentam, mas o verdadeiro bastião desse gênero é Josh Homme.

“O primeiro disco, Funeral, é o melhor deles, mas o terceiro ganhou um Grammy, Melhor Álbum do Ano”, diz Slash ao fantasma de Jim Morrison. Durante o curta, Morrison zomba das vítimas cantando “Touch Me”, e cantarola “Mister Mojo rising...” E a cena de perseguição de Festi – gravada em frente a uma plateia lotada – tem trilha sonora do The Doors, “The End”.

Festi não bate The Evil Dead: A Morte do Demônio quando o assunto é filmes assustadores de baixo orçamento, mas é um olhar interessante sobre o que as bandas fazem para passar o tempo na turnê.