Oscar 2013: Argo e A Hora Mais Escura levam TV Al Jazeera à premiação

Rede do Catar vai focar cobertura em filmes que têm relação com o Oriente Médio

Redação Publicado em 24/02/2013, às 22h07 - Atualizado às 22h16

Al Jazeera
Divulgação

Em meio a equipes jornalísticas do mundo inteiro, a rede Al Jazeera tem um foco de cobertura no tapete vermelho e da premiação do Oscar 2013: filmes como Argo e A Hora Mais Escura, que mostram eventos relacionados a países do Oriente Médio.

"Estes são filmes que nos mostram como os Estados Unidos vêem a guerra ao terror, a do Afeganistão, o Irã. Não é besteira, são notícias”, disse Nasser Hssaini, correspondente da rede em Washington, deslocado para Los Angeles na cobertura do evento, à Variety. “As pessoas querem saber disso.”

“Tenho certeza que A Hora Mais Escura será um sucesso no Oriente Médio”, continuou o jornalista. “Os iranianos não gostam da forma que a história foi contada em Argo. Isso faz as pessoas quererem vê-lo.”

Além dos dois longas-metragens de ficção, ainda estão na disputa por estatuetas The Gatekeepers e Cinco Câmeras Quebradas, ambos sobre Israel, na categoria Melhor Documentário. Hssaini, no entanto, disse que a Al Jazeera não emite opinião sobre os conflitos entre Israel e a Palestina. “Não dizemos ao nosso público o que pensar. Falamos com os dois diretores sobre as mensagens dos filmes deles.”