Arnaldo Baptista exibe pinturas, desenhos e objetos pessoais na mostra Transmigração

O evento de abertura acontece neste sábado, 14, na Caixa Cultural, em São Paulo

Redação Publicado em 14/05/2016, às 10h10 - Atualizado às 12h14

Arnaldo Baptista - Exorealismo
Divulgação

A exposição Transmigração reúne desenhos, pinturas, colagens, além de materiais documentais inéditos de Arnaldo Baptista, um dos fundadores da lendária banda Os Mutantes.

Com curadoria de Márcio Harum, a mostra expõe todo tipo de memorabilia do artista, como jaquetas antigas, contos escritos por ele, cadernos velhos, convites de shows, camisetas, postais, desenhos, fotografias de acervo, além de uma série fotográfica inédita feita nos anos 1970 pela fotógrafa Leila Lisboa Sznelwar.

Esta será a terceira exposição individual realizada por Baptista em São Paulo. A primeira, Lentes Magnéticas, aconteceu em 2012 e foi seguida pela mostra Exorealismo, realizada em 2014.

O nome Transmigração foi escolhido por Baptista como uma forma de homenagear uma das composições feitas pela mãe dele, a compositora e pianista clássica Clarisse Leite Dias Baptista.

Radicado em Juiz de Fora/MG, o paulistano – que integrou a formação original dos Mutantes de 1968 a 1972 – começou a se dedicar às artes visuais a partir de 1982.

A mostra Transmigração começa neste sábado, 14, e vai até 17 de julho. As visitações acontecem de terça-feira a domingo, das 9h às 19h. A entrada é gratuita.

Transmigração

14 de maio a 17 de julho

Caixa Cultural São Paulo - Praça da Sé, 111 – Centro

Grátis