Artistas protestam pelo retorno de categorias eliminadas do Grammy

Paul Simon e Carlos Santana estão entre os que não aprovam as novas regras da premiação

Da redação Publicado em 27/05/2011, às 15h56

Paul Simon está entre os artistas que não concordam com as mudanças no Grammy
AP

Um grupo de artistas, dentre eles Paul Simon e Carlos Santana, se manifestaram a favor do retorno de diversas categorias do Grammy que foram eliminadas da premiação a partir da próxima edição. De acordo com informações da agência de notícias Associated Press, vários músicos demonstraram seu descontentamento com a decisão da Recording Academy, que acabou com mais de 30 categorias do Grammy.

O argumento principal daqueles que protestam é que os prêmios eliminados eram, em sua maioria, dedicados à música regional. "Eu acredito que o Grammy fez um desserviço para muitos artistas talentosos juntando em uma coisa só tipos de música que antes eram tidos como distintos e julgados separadamente", afirmou Simon em uma carta endereçada ao CEO do Grammy, Neil Portnow.

Portnow rebateu dizendo que os cortes não se restringem aos prêmios fora do mainstream e étnicos. "Este ano, eram 34 categorias mainstream. No ano que vem, serão 20".

Para saber mais sobre as mudanças na próxima edição do Grammy, que vão além da eliminação de categorias, clique aqui.