As candidatas ao Oscar

Especulamos sobre como a Academia se comportará ao premiar a melhor atriz em papel principal; neste domingo, 22, damos nossos palpites sobre os papeis masculinos

Por Peter Travers Publicado em 21/02/2009, às 17h01

O burburinho do Oscar dá conta de que a indicada a prêmio de melhor atriz Angelina Jolie (A Troca) deverá se contentar a posar deslumbrante ao lado de Brad Pitt no tapete vermelho. Anne Hathaway (O Casamento de Rachel) poderia até ganhar, se três palavras (Noivas Em Guerra) não tivessem arruinado suas chances.

As conversas não param, conforme se aproxima a cerimônia de entrega dos Oscars, neste domingo [que, no Brasil, será transmitida somente pelo canal pago TNT, a partir das 22h]. E dão conta de que Melissa Leo deu uma arrancada. Os eleitores do Oscar finalmente assistiram a Frozen River, que haviam ignorado nas exibições oficiais, e gostaram do que viram. Algo parecido com a forma como se apaixonaram por Marion Cotillard na pele de Edith Piaf, em Piaf - Um Hino Ao Amor. E Marion foi a azarona no ano passado. Então, Melissa receberá o troféu dourado? Um choque seria interessante, mas não contemos com isso. A briga se fecha em duas candidatas: Kate Winslet, por O Leitor, e Meryl Streep, por Dúvida.

O mais engraçado nos comentários sobre Kate Winslet e Meryl Streep é que eles mal se concentram nas atuações que as tornaram concorrentes nesta edição do Oscar. A coisa tem se focado na carreira delas. Explico:

Kate Winslet deveria ganhar por O Leitor. Por quê? Não porque está excelente no papel (ela está) como uma ex-guarda da SS que se sente culpada por ser analfabeta, numa metáfora da culpa por colaborar com a morte de judeus. Mas porque seu papel em O Leitor lhe traz sua sexta indicação ao Oscar sem nunca ter ganhado nenhum. Isso mesmo. Winslet foi indicada por Razão e Sensibilidade, Titanic, Iris, Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças, Pecados Íntimos, e, agora, O Leitor. Aos 33 anos, é a atriz mais jovem com este recorde. Então, o raciocínio é o de que Kate merece o Oscar como um prêmio por sua carreira. Aos 33? Não é um pouco cedo para pensar que Winslet não fará outros (e melhores) filmes que lhe levem à vitória? Para aqueles que (como eu) acreditam que ela foi indicada pelo filme errado - gostei muito mais do papel arriscado em Foi Apenas Um Sonho - o argumento parece ainda mais ilusório. Al Pacino, o gênio insano de Poderoso Chefão, Um Dia de Cão, Serpico e O Sucesso A Qualquer Preço, ganhou o Oscar por Perfume de Mulher. Ah, por favor!

Meryl Streep deveria ganhar pelo papel em Dúvida. Por quê? Não somente porque ela está ótima (ela está) como uma freira que suspeita de abuso sexual infantil por parte de um padre. Mas porque Dúvida é sua 15ª indicação - um recorde. Exatamente. Streep foi indicada por O Franco-Atirador, Kramer vs. Kramer, A Mulher do Tenente Francês, A Escolha de Sofia, O Retrato de Uma Coragem, Entre Dois Amores, Ironweed, Um Grito no Escuro, Lembranças de Hollywood, As Pontes de Madison, Um Amor Verdadeiro, Música do Coração, Adaptação, O Diabo Veste Prada, e, agora, Dúvida.

Ao contrário de Winslet, Streep, aos 59, tem dois Oscars na estante, por Kramer vs. Kramer e A Escolha de Sofia. Mas este último foi em 1983, praticamente a Idade da Pedra. Então, o argumento é o de que Meryl deve ganhar porque faz 26 anos que ela pôs as mãos no troféu. E, sejamos sinceros, você não torceu para que ela ganhasse por O Diabo Veste Prada? PQP!

Então, pergunto, baseado puramente na qualidade das atuações, quem você acha que deve ganhar? Comente abaixo ou vote em nossa enquete