Assista ao show sombrio do Joy Division em Manchester, um ano antes da morte de Ian Curtis [VÍDEO]

A banda foi convidada para abrir o show dos Buzzcocks

Redação Publicado em 08/04/2020, às 12h01

None
Joy Division (Foto: AP)

Em 1979, os Buzzcocks convidaram os então novos queridinhos do rock, o Joy Division, para abrir os shows da turnê deles. A banda liderada por Ian Curtis estava no caminho de se tornar um dos grupos musicais mais populares da Grã-Bretanha, enquanto os veteranos do punk rock estavam quase em decadência.

Segundo informações da Far Out Magazine, muitos acharam que convidar o Joy Division era uma péssima ideia para a imagem da banda, mas esse não era o espírito punk que trouxe fama para os Buzzcocks no passado. Então o grupo deu as boas-vindas a seus conterrâneos de Manchester na turnê - e o Joy Division não decepcionou.

+++LEIA MAIS: Ouça a última música cantada por Ian Curtis com o Joy Division, 40 anos atrás

Abaixo se encontra o show de boas-vindas no Apollo Theatre de Manchester em 27 de outubro de 1979. Era uma das primeiras grandes apresentações, o que significa que o grupo precisou juntar os maiores hits numa setlist respeitável.

O grupo já estava em turnê há algum tempo, quando eram recebidos pelos Buzzcocks e já haviam conquistado muitos seguidores depois de uma série de apresentações de tirar o fôlego, especialmente na terra natal, Manchester.

+++LEIA MAIS: A última entrevista de Ian Curtis, do Joy Division, antes do suicídio: ‘Queremos tocar e nos divertir’; ouça

Deve-se ressaltar que as imagens abaixo não são necessariamente o Joy Division no auge. Na verdade, eles parecem um pouco prejudicados não apenas pelo tamanho do local, mas também pelas restrições de ser um ato de abertura.

Devido ao cronograma estrito da turnê Buzzcocks,Joy Division só teve permissão para tocar por 32 minutos sem bis. Foi o suficiente para incentivar uma cacofonia de vaias da multidão.

Assista abaixo ao show do Joy Division: 


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK