Astro de The Walking Dead acredita que personagem foi morto para "cortar gastos" da emissora

Na terceira temporada, Merle Dixon desempenhou um papel importante na narrativa pós-apocalíptica

Redação Publicado em 27/01/2020, às 18h59

None
Michael Rooker como Merle Dixon em cena de The Walking Dead (Foto: Reprodução)

Um dos primeiros personagens que são apresentados na narrativa pós-apocaliptica, The Walking Dead, da AMC, é Merle Dixon, interpretado por Michael Rooker.

Antes de ser morto na terceira temporada da série, o personagem voltou algumas vezes. Irmão de Daryl, interpretado por Norman Reedus, Rooker fez algumas aparições durante a segunda e a terceira leva de episódios. 

+++ LEIA MAIS: Criador de The Walking Dead revela a razão científica do apocalipse zumbi - e ninguém fica surpreso

Segundo o We Got This Covered, após encerrar o ciclo narrativo do personagem, o astro deu uma explicação consisa sobre o por que Merle saiu da série. 

Ao ser convidado para participar de um painel da Wales Comic Con, apresentado por Sean Gunn, co-ator dos Guardiões da Galáxia, Rooker contou um pouco sobre as experiências de trabalho com a AMC e a Marvel nas diferentes franquias. 

+++ LEIA MAIS: Atriz de The Walking Dead, Vanessa Cloke é presa por agressão na Califórnia

“Gostei mais de não ter continuado. Ganhei mais dinheiro com os Guardiões da Galáxia. A AMC era muito barata. Provavelmente por isso me mataram, porque sabiam que eu receberia mais dinheiro em uma próxima temporada". 

+++LEIA MAIS: The Walking Dead pode trazer de volta personagens que já morreram - e não é uma piada com a série de zumbis

O ator tornou-se regular na série após desempenhar um papel fundamental na história do Governador. Sendo assim, as alegações parecem fazer sentido, quando levamos em consideração os cortes feitos pelo estúdio para a produção da série. 


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL