Atividade Paranormal pode ter sequência

Longa de estreia de Oren Peli, terror de baixo orçamento é hit do outono norte-americano

Da redação Publicado em 26/10/2009, às 13h22

O filme de terror Atividade Paranormal, orçado em US$ 15 mil e com mais de US$ 60 milhões arrecadados em cinco semanas de exibição nos EUA, poderá ganhar sequência. "Nós temos os direitos para fazer Paranormal 2 e estamos vendo se isso faz algum sentido", disse ao jornal The Los Angeles Times Brad Grey, presidente da Paramount.

O estúdio adquiriu a produção por US$ 300 mil e investiu menos de US$ 10 milhões em marketing - grande parte do sucesso é atribuído ao boca-a-boca e ao burburinho levantado na internet. Grey calcula que o investimento será, provavelmente, o mais lucrativo da história da Paramount. A expectativa é que a obra indie, topo das bilheterias norte-americanas no último fim de semana, supere a barreira doméstica dos US$ 100 milhões.

Primeiro longa de Oren Peli, que divide suas credenciais de cineasta com as de designer de jogos eletrônicos, Atividade Paranormal aposta na fórmula "jovem casal (Katie Featherston e Micah Sloat) se muda para casa mal-assombrada". O filme, de 2007, rodou alguns festivais de horror e, no final de setembro, estreou em circuito fechado antes de ganhar quase duas mil cópias nos EUA, de duas semanas para cá.

Mesmo antes de sua estreia, Atividade Paranormal já levantava comparações com Bruxa de Blair, hype de baixo orçamento que coletou mais de US$ 140 milhões nas bilheterias nos EUA. O temor, agora, é que uma possível continuação siga o mesmo destino de Bruxa de Blair 2 - O Livro das Sombras, que passou longe de repetir o sucesso do original: faturou US$ 26,4 milhões.

A Paramount, no entanto, tem um bom motivo para querer iniciar uma franquia com o título de Peli (que atualmente trabalha na ficção científica Area 51, com orçamento de US$ 5 milhões). Conforme ressaltado por Grey, a companhia teria direitos globais sobre uma sequência, enquanto só detem direitos domésticos em cima de Atividade Paranormal.

Confira o trailer: