Ator Emile Hirsch se declara culpado por agressão e ficará preso por 15 dias

Protagonista de Na Natureza Selvagem agrediu uma mulher em fevereiro deste ano, durante o Festival de Sundance

Redação Publicado em 18/08/2015, às 10h09 - Atualizado às 13h20

Emile Hirsch atuará ao lado de Matthew McConaughey em nova comédia
AP

O ator Emile Hirsch, protagonista de Na Natureza Selvagem e de Um Show de Vizinha, foi condenado nesta segunda-feira, 19, a 15 dias de prisão por ter agredido Daniele Bernfeld, vice-presidente de entretenimento digital da Paramount Pictures, dentro de uma boate em Park City, no estado de Utah, em fevereiro deste ano.

Inimigos da música: relembre brigas épicas entre artistas.

Segundo a Associated Press, Hirsch, que escapou de pena de até cinco anos, ainda terá que pagar uma multa de US$ 4.750 – cerca de R$ 16.600 – e prestar 50 horas de trabalho comunitário. A acusação será retirada assim que ele cumprir a pena.

As 15 prisões mais estúpidas do mundo da música.

À corte, o ator disse que “não há desculpa” para o seu comportamento “errático” e “irresponsável”. Ele também pediu perdão pelo ato de violência.

Sobre o caso, Daniele Bernfeld declarou que o ator a arrastou por cima de uma mesa e deu uma chave de braço nela, posteriormente tentando estrangulá-la. O ator teria afirmado que "Dani é uma menina rica que não deveria estar em Sundance".

"Relembre 10 casos de músicos que foram parar atrás das grades.

O advogado do artista, Robert Offer, admitiu que seu cliente ingeriu grande quantidade de álcool na ocasião e que ele sequer se lembrava do que havia ocorrido. Em comunicado divulgado à época, Offer informou também que Hirsch já havia começado a se tratar em uma clínica de reabilitação.