Ator processa estúdio Universal por racismo em postêr da comédia Encontro de Casais; entenda

Faizon Love disse ter sido censurado da divulgação do longa por decisões de marketing preconceituosas

Redação Publicado em 26/11/2020, às 12h10

None
Encontro de Casais (foto: reprodução/ Universal)

O ator Faizon Love abriu um processo para acusar a produção do filme Encontro de Casais (2009) de racismo. Segundo informações do The Hollywood Reporter, Love alega ter sido apagado dos pôsteres internacionais do filme e coagido pelos executivos do estúdio Universal a não entrar com processo na época. 

A notícia relata o impacto da decisão de omitir Faizon Love da divulgação. Em 2009, fãs do Reino Unido perceberam a diferença entre os pôsteres norte-americanos e internacionais,  causando uma pequena comoção online. 

+++LEIA MAIS: Conheça 'M-8', novo filme de Jeferson De que aborda debate sobre racismo no Brasil

Em resposta, a Universal alegou que a mudança foi para 'simplificar' o longa para públicos estrangeiros. Faizon Love ainda diz na ação ter recebido como pedido de desculpas a mudança da arte de divulgação e novos contratos com ele para recompensar a injúria. Nenhuma das promessas foi cumprida, segundo o ator.

Confira as divulgações diferentes do filme: 

Love contou como recebeu pedidos dos executivos Adam Fogelson, atual chefe de marketing da Universal, Scott Stuber, produtor do filme atualmente chefiando os originais Netflix e até de Vince Vaughn, estrela principal de Encontro de Casais, para não anunciar a medida racista, pois 'não seria bom para a carreira' dele. 

+++LEIA MAIS: Disney+ inclui alertas de racismo antes de exibir desenhos clássicos; entenda

O processo conta que Love ficou "horrorizado" quando descobriu as diferenças entre o pôster do filme nacional e o internacional. "A Universal Studios não teve problemas com atores negros no filme cômico", afirma a denúncia.

"Mas quando se tratou de divulgar o filme para o público internacional, a Universal Studios optou por separar os atores brancos e negros do filme... Em vez de desfrutar de visibilidade máxima com o lançamento do filme, o Sr. Love foi rebaixado ao proverbial 'Homem Invisível', como descrito por Ralph Ellison."

+++LEIA MAIS: Como The Mandalorian resgatou (e abraçou) a verdadeira essência de Star Wars [ANÁLISE]

"Embora Encontro de Casaistenha alcançado o primeiro lugar no ranking de bilheteria no fim de semana de abertura e tenha tido uma corrida espetacular que arrecadou mais de US$ 171 milhões em todo o mundo, a Universal Studios colocou o Sr. Love no banco de trás da viagem apreciada por seus seis co-estrelas brancos", termina a defesa de Love no processo.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ FROID: 'QUERO CHEGAR A UM NÍVEL POPULAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL