“Atualmente, amo ‘Sex On Fire’”, diz Caleb Followill, vocalista do Kings of Leon

Banda de Nashville, nos Estados Unidos, lança o próximo disco, Walls, em outubro

Redação Publicado em 21/09/2016, às 19h49 - Atualizado às 19h58

A banda norte-americana Kings of Leon

Ver Galeria
(2 imagens)

O Kings of Leon tem uma relação de amor e ódio com um dos maiores hits de toda a carreira da banda. Segundo o NME, em uma entrevista de 2010 ao Toronto Sun, os integrantes chegaram a dizer que a música era “uma merda”. Agora, em nova entrevista, as opiniões parecem ter ficado mais mansas.

“Atualmente, amo ‘Sex On Fire’”, comentou o vocalista da banda, Caleb Followill, falando à revista britânica Q. “Não importa onde estejamos no mundo, assim que começamos a tocá-la, o lugar fica completamente maluco.”

LEIA TAMBÉM

[Lista] 12 brigas históricas do rock and roll

[Perfil] Kings of Leon – Irmãos Remendados (2013)

[Arquivo] Kings of Leon tocou em São Paulo, em 2014

Aparentemente, o Kings of Leon está de bem com um dos – se o não o maior – maiores hits da discografia. Em 2008, ao NME, Followill disse que o grupo considerou não tocar a faixa nos shows. “Um dia cantei ‘This sex is on fire’ em uma melodia que tínhamos e ri. Achei péssimo, mas os outros gostaram, disseram que era um gancho. Acabei escrevendo isso.”

Ao Q, Followill ainda acrescentou, falando sobre quando o Kings of Leon gravou a canção, como parte do disco Only by the Night (2008): “No começo, a gente estava tipo: ‘Isso era para ser como um momento engraçado no álbum’. Sempre tive momentos engraçados nos discos nos quais pude ser um pouco bobo e aquele foi um desses momentos.”

O próximo disco do Kings of Leon, Walls, tem lançamento marcado para 14 de outubro. O trabalho já teve o single “Waste a Moment” divulgado com um clipe. No último dia 14, a banda tocou outra faixa do álbum, “Around the World”, no programa de TV britânico Late... With Jools Holland, da BBC.

“Estamos na melhor posição em que já estivemos”, disse Caleb ao Entertainment Weekly no mês passado. “Estamos gostando do que estamos fazendo e temos um bom relacionamento fora da música. Muitas bandas não chegam tão longe, especialmente bandas em família. Agora, estamos mais animados do que já estivemos antes para trabalhar.”

Para o novo álbum, o Kings of Leon convocou o produtor Markus Dravs, que já trabalhou com Arcade Fire, Mumford & Sons e Coldplay. A banda foi a Los Angeles – onde gravou os dois primeiros álbuns – para fazer Walls, trocando Nashville, cidade que é base do grupo há 15 anos, em uma tentativa de “ter uma pequena mudança de cenário.”

“Nossos dois primeiros álbuns foram gravados em Los Angeles, então vamos tentar voltar e ver se isso nos inspira”, disse Followill, em entrevista recente à Associated Press. “Se não influenciar, sempre teremos nosso estúdio em casa, então sempre podemos voltar.”

Walls dá sequência Mechanical Bull, lançado em 2013.

Tracklist de Walls

1. "Waste A Moment"

2. "Reverend"

3. "Around The World"

4. "Find Me"

5. "Over"

6. "Muchacho"

7. "Conversation Piece"

8. "Eyes On You"

9. "Wild"

10. "WALLS"