Azealia Banks acusa Stone Roses de boicotar o show dela

Rapper afirma que a banda inglesa agiu a pedido de um antigo empresário, demitido por ela

Miriam Coleman Publicado em 11/03/2013, às 14h13 - Atualizado às 14h36

Azealia Banks
AP

Azealia Banks começou seu fim de semana com uma nova briga pelo Twitter. Depois de tocar no festival australiano Future Music Festival, na sexta, 8, a rapper acusou o Stone Roses, banda que também participou do evento, de sabotar intencionalmente o seu set a pedido de um antigo empresário dela.

A rapper se apresentou no festival Planeta Terra, em 2012, em São Paulo. Leia a resenha da Rolling Stone Brasil aqui.

“Por causa do Stone Roses, peço desculpas para os meus fãs que estiveram hoje, no festival”, escreveu Azealia, no início do seu discurso. “Meu antigo empresário fez um pacto com o Stone Roses, para eles me sabotarem porque eu o demiti. E eles decidiram checar os seus equipamentos atrás de mim, durante o meu show. Fodam-se aqueles boiolas branquelos do Stone Roses. Eu não desejo nada para eles, a não ser excrementos e morte.”

Azealia, cujo novo single “Yung Rapunxel” será lançado no dia 26 de março, precisou de um tempo para refletir sobre as alegações da banda de que as ações dela indicavam o seu próprio status na indústria fonográfica. “Uau! O Eu devo ser mesmo uma porra de uma superstar... Vocês são uma banda estabelecida tentando sabotar meu rap”, escreveu. “Uau, um bando de homens velhos e brancos tentando fazer bullying com uma jovem garota negra. Qual é a novidade?”

No começo de janeiro, Azealia chegou às manchetes por engatar uma extensa batalha pelo Twitter com a rapper Angel Haze, que chegou até o blogueiro de celebridades Perez Hilton. Nas últimas semanas, ela também mirou em Baauer, depois que o DJ tirou o remix dela de “Harlem Shake” do Soundcloud.