Pulse

Bacurau e nada de Coringa: Rolling Stone EUA escolhe os 12 melhores filmes do Festival de Toronto 2019

O longa brasileiro Bacurau foi um dos escolhidos pela Rolling Stone EUA para fazer parte da lista

David Fear, Rolling Stone EUA Publicado em 17/09/2019, às 09h44

None
Bacurau (Foto: Reprodução / YouTube)

Encerrado em 15 de setembro, depois de dez dias de intensos mergulhos no mundo do cinema, o  Festival de Cinema de Toronto ofereceu muito mais do que só Coringa, filme com Joaquin Phoenix e responsável pelo maior barulho nesta atual temporada de festivais. 

A Rolling Stone EUA fez uma lista dos 12 melhores longas do festival: obras que surpreenderam, fizeram chorar, emocionaram ou deixaram um sorriso bobo no rosto. 

+++LEIA MAIS: Filme com sátira ao nazismo, Jojo Rabbit vence principal prêmio do Festival de Toronto

Para além da lista, a Rolling Stone EUA separou alguns filmes que, apesar de não entrarem no ranking, merecem uma menção honrosa. Entre eles: Color Out of Space, Dolemite Is My Name, Sea Fever, The Traitor e outros. 

Bacurau

O filme brasileiro de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles superou as expectativas, sendo mais raivoso do que o último longa do diretor, Aquarius. Bacurau fala sobre uma pequena cidade rural que está sendo lentamente descartada do mundo exterior. E o motivo? Ela está sendo "vendida" para turistas americanos e europeus como campo de caça.   

Uma mistura de comentário social com terror, Bacurau surpreende também pelo final arrematador e a participação de Udo Kier


Bad Education

O diretor Cory Finley conseguiu fazer um filme que desconstrói um escândalo da vida real no sistema escolar de Roslyn, NY. No longa, o superintendente Frank Tassone, interpretado com perfeição por Hugh Jackman, vê uma pequena questão relacionada às despesas pessoais se transformar em um amplo esquema de peculato, crime de desvio. 

Bad Education, ao invés de completamente satírico, trata-se de uma comédia de corrupção, além de um drama sobre jornalismo estudantil e máscaras que caem. 

+++LEIA MAIS: Saiba por que Hugh Jackman não aparece em X-Men: Fênix Negra


Collective

Esse documentário romeno, de Alexandre Nanau é uma obra de arte realista que trabalha uma contraparte às narrativas da New Wave sobre poder, corrupção e mentiras. Um incêndio, mortos e feridos que, inexplicavelmente vão se tornando vítimas. O longa traz uma série de acontecimentos que terão como consequência um estudo sobre como a burocracia afeta todos os aspectos da sociedade, além da importância de uma mídia obstinada. 


Knives Out

O filme, escrito e dirigido por Rian Johnson, tenta ressuscitar um gênero adormecido, mistério whodunnit, e consegue fazê-lo, adicionando ainda o aspecto divertido. O longa conta a história de um escritor morto e uma família cujos integrantes teriam motivos para querê-lo fora do caminho. Dessa maneira, o famoso detetive Benoit Blanc tem que desvendar o que aconteceu, e um punhado de preocupações do mundo real fazem da ficção ainda mais impressionante. 

+++LEIA MAIS: Festival de cinema de Toronto 'boicota' filmes da Netflix e Amazon


The Laundromat

O filme de Steven Soderbergh faz a sua contribuição para o caso dos Panama Papers, revelando como os documentos se tornaram públicos e tecendo um conjunto de histórias que se transformam em uma grande imagem de como e porque isso aconteceu. É um longa ambicioso e traz excelentes atores como Meryl Streep interpretando uma viúva e Antonio Banderas and Gary Oldman como um coro grego. 


Love Child

O longa de Eva Mulvad retrata a história de uma família que busca asilo temporário na Turquia após partirem do Irã. Enquanto conhecemos mais os personagens, nos deparamos com as negociações labirínticas e burocráticas do sistema de imigração da ONU, processo pelo qual a família deve passar. É uma história íntima e pessoal sobre imigração forçada, cujas esperanças vão, aos poucos, acabando. 


Marriage Story

Uma típica história de divórcio, mas a maneira que é produzida e interpretada surpreende. A liberdade dos atores Adam Driver e Scarlett Johansson faz do longa uma narrativa nada provável. Além do não-óbvio, o filme traz o humor com a advogada interpretada por Laura Dern


Sound of Metal

O ator Riz Ahmed interpreta um baterista e ex-viciado em rock barulhento que se contenta em viver com sua namorada/cantora. No entanto, o músico começa a perder a audição e precisa negociar com a vida após a surdez. Trata-se de uma experiência imersiva sobre o som e a falta dele. No entanto, o drama realmente acontece a partir dos poderes de observação do personagem quando ele se instala em uma casa de recuperação dentro da comunidade surda. 


Synonyms

O personagem Yoav chega a Paris sem dinheiro e sem armas - depois de um roubo inesperado. Por isso ele precisa confiar na bondade de um casal de desconhecidos para aprender a linguagem, cultura e cidade. No entanto, o passado do qual esse ex-soldado israelense foge não o deixará em paz. O diretor Nadav Lapid pinta um retrato dos ex-soldados que tentar começar a vida do zero, mas ele também traz críticas a um país e políticas de cidadania. 


Uncut Gems

O filme de Josh e Benny Safdie conta a história de um joalheiro, interpretado por Adam Sandler, que consegue a posse uma grande pedra preciosa da Etiópia. Os problemas começam quando Kevin Garnett, ex-jogador de basquete - interpretado por ele mesmo- pede a pedra "emprestado" por acreditar ser um talismã da sorte. O filme envolve gangsters, jogadores, apostas, namorada, mulher, superstars da NBA, the Weeknd e outros. Uncut Gems é muito bom, quase faz você perdoar Sandler pela atuação em Cada Um Tem a Gêmea Que Merece

+++LEIA MAIS: Joaquin Phoenix e Adam Sandler podem disputar Oscar de melhor ator; entenda


Varda by Agnes

Baseada em uma série de leituras e aparições públicas, esse é o último filme de Agnes Varda, cineasta que morreu no início do ano. O longa se trata de uma reflexão sobre a vida, a morte, o marido, memórias, arte, a necessidade da colaboração e o cinema. É brincalhão e profundo - uma página de recados em movimento que agora também funciona como uma lembrança.


The Wild Goose Lake

O diretor chinês Diao Yi'nan traz para as telonas um mundo subterrâneo de ladrões de motocicletas, prostitutas à beira-mar e bandidos oportunistas, todos centrados em um lago que funciona como um bazar criminoso ao ar livre. Uma guerra no território leva um líder de gangue (Hu Ge) a matar acidentalmente um policial. E a trama vai se desenrolando até chegar no ápice: o assassino tenta convencer a esposa de confessar o crime para ele ficar livre e ela receber a recompensa e poder sair da prisão.