Band of Horses faz show intimista para plateia de milhares

Grupo de Seattle tocou suas músicas de influência country no primeiro dia do Lollapalooza

Paulo Terron Publicado em 07/04/2012, às 18h56 - Atualizado em 08/04/2012, às 01h37

O Band of Horses se apresentou pela segunda vez no Lollapalooza no fim da tarde deste sábado, 7. A banda já havia feito um pocket show pela manhã, que consistia de um repertório acústico de cinco músicas.

Ver Galeria
(2 imagens)

“É a nossa primeira vez no Brasil”, gritou o vocalista Ben Bridwell, do Band of Horses, logo no começo da apresentação do grupo no primeiro dia da edição brasileira do Lollapalooza, em São Paulo. Foi só o começo de uma série de ações que deixaram claro: a banda estava se divertindo por tocar aqui.

Tanto que fez duas apresentações no evento, a primeira sendo um pequeno set acústico, pela manhã. No momento elétrico, que começou pontualmente às 17h, o som introspectivo (mas não necessariamente lento) do Band of Horses foi recebido com empolgação pelo público, já menos torturado pelo sol.

Além dos semi-hits “Is There a Ghost” e “No One’s Gonna Love You” (nesta segunda o cantor errou a entrada, mas com uma ajudinha dos outros músicos conseguiu consertar o erro sem interromper a execução da faixa), o grupo ainda tocou a cover “Am I a Good Man” (do Them Two), com um lado mais soul, cheio de harmonias vocais.

O único problema atingiu apenas quem optou por ficar ao lado direito do palco Butantã: a música da tenda eletrônica Perry vazava, e som grave do show da cantora Peaches podia ser ouvido com clareza.