Barack Obama divulga comunicado sobre morte de Robin Williams

Uma coletiva de imprensa será realizada nesta terça-feira, 12, para prestar mais esclarecimentos sobre o caso

Redação Publicado em 11/08/2014, às 22h01 - Atualizado às 22h32

Robin Williams
AP/Paul A. Hebert

O presidente norte-americano Barack Obama divulgou um comunicado lamentando a morte do ator Robin Williams. Leia abaixo.

Morre o ator Robin Williams.

“Robin Williams era um aviador, um médico, um gênio, uma babá, um presidente, um professor, um Peter Pan, e tudo que existe entre essas coisas. Mas ele era um tipo único. Ele chegou às nossas vidas como um alienígena [da série Mork & Mindy, na qual ele começou a carreira] – mas acabou tocando todos os aspectos do espírito humano. Ele nos fez rir. Ele nos fez chorar. Ele deu seu talento imensurável gratuitamente e generosamente para aqueles que mais precisavam – de nossas tropas no exterior a marginais nas nossas ruas. Nossas condolências, da família Obama, a sua família, amigos e todos que encontraram sua voz graças a Robin Williams.”

Relembre as capas da Rolling Stone EUA estampadas por Robin Williams.

O ator morreu nesta segunda, 11, aos 63 anos. Ele estava lutando contra a depressão e a suspeita é de que ele tenha morrido por suicídio por asfixia, segundo a polícia Tiburon, na Califórnia. Os representantes dele, contudo, não confirmam. De acordo com o San Francisco Chronicle, a polícia recebeu uma ligação emergencial sobre um homem não identificado que não estava respirando. Quando a emergência chegou à cena, encontrou Williams dentro de sua casa; ele foi dado como morto logo depois.

Performances inesquecíveis de Robin Williams nas telonas.

A polícia local realizará uma coletiva de imprensa em San Rafael, Califórnia, às 15h (horário de Brasília), nesta terça, 12, para prestar mais esclarecimentos.