Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Tabu

Barry Manilow fala sobre preocupação em tornar sexualidade pública

'Foi um fardo manter tudo em segredo', disse Manilow, que revelou ser gay em 2017

Barry Manilow (Foto: Arturo Holmes/Getty Images)
Barry Manilow (Foto: Arturo Holmes/Getty Images)

Dono de hits como “Copacabana” e “Mandy,” o cantor nova-iorquino Barry Manilowrevelou em entrevista ao Hollywood Reporter que teve dificuldades em revelar sua sexualidade por preocupações profissionais. “Não queria que minha carreira desaparecesse,” explica. 

"Eu amo isso. Estou grato por isso. Mas foi um fardo manter tudo em segredo”, disse Manilow, que ainda declarou que nunca teve a opção de se assumir, até 2017. “Sempre estive preocupado”, acrescentou. “Em todas as entrevistas: 'Eles vão me perguntar se sou gay ou não.' Ninguém nunca fez isso, aliás.” 

+++LEIA MAIS: Billie Eilish fala sobre identidade; 'Nunca me senti realmente uma garota'

O ator revelou sua sexualidade em 2017, em uma conversa com a revista People, quando contou sobre relacionamento com o marido, Gary Kief, com quem se relaciona desde 1978. Ele ainda falou sobre a reação dos netos.

“Achei que os desapontaria se soubessem que eu era gay”, disse ele ao canal na época. “Então eu nunca fiz nada. Quando descobriram que Garry e eu estávamos juntos, ficaram muito felizes. A reação foi tão linda — estranhos comentando: 'Ótimo para você!' Estou muito grato por isso.”

+++LEIA MAIS: Andrew Scott, de Fleabag, revela que foi 'encorajado' a manter a sexualidade dele para si