Bart Simpson se desculpa por "chamar" Judas Priest de “Death Metal”

O menino de dez anos aprendeu sua lição na lousa da escola de Springfield

Rolling Stone EUA Publicado em 14/01/2014, às 17h50 - Atualizado às 21h38

.
Reprodução

Bart Simpson usou a lousa no começo do episódio deste domingo, 12, de Os Simpsons para se desculpar por uma gafe cometida pelos roteiristas da série. Obrigado pelos professores da escola de Springfield – e por um coro de metaleiros bravos na internet, segundo o site Metal Injection - ele escreveu, “Judas Priest não é ‘Death Metal’”, pelo menos vinte vezes.

10 músicos que participaram de desenhos animados.

A banda de heavy-metal, que atualizou os riffs do Black Sabbath e do Led Zeppelin nos anos 70, apareceu no episódio do dia 5 de janeiro com uma versão da favorita de Beavis and Butt-Head , “Breaking the Law”. No episódio – no qual o FBI investiga a propensão de Homer a baixar filmes ilegalmente – o grupo monta um acampamento do lado de fora do consulado sueco, onde os Simpsons estão se escondendo. Mas no lugar de incentivar um comportamento criminoso, o frontman do Priest, Rob Halford canta, “Respecting the law/ Copyright law!”

“Só há uma maneira infalível de fazer fugitivos saírem da toca", diz um agente do FBI. "Mandar ver no death metal!"

“Suecos amam death metal”, diz um integrante do consulado. “Nos faz lembrar da morte!”.

A banda não comentou o equívoco, mas os mais fanáticos usaram as redes sociais para lamentar sobre como é possível o desenho confundir os gritos infernais de Halford com os típicos grunhidos guturais de bandas de Death Metal, como por exemplo, Morbid Angel e Deicide.

Assista à participação do Judas Priest no player abaixo: