Baterista do U2 deve pagar indenização de R$ 800 mil a empresário brasileiro

Larry Mullen Jr. foi condenado na justiça brasileira por danos morais, após alegar que Franco Bruni não havia pago parte do cachê por shows da banda no país em 1998

Da redação Publicado em 28/01/2011, às 17h07

U2: Larry Mullen Jr. é condenado no Brasil
AP

Larry Mullen Jr., baterista e representante legal do U2, terá que pagar R$ 800 mil ao empresário Franco Bruni após ser condenado pela justiça brasileira por danos morais. A informação é do site do jornal Folha de S. Paulo.

Em 1998, o empresário trouxe a banda irlandesa ao Brasil na turnê Pop Mart, com a qual os integrantes excursionavam na época. Em novembro de 2000, quando veio ao Rio de Janeiro para divulgar o álbum All That You Can't Leave Behind, Mullen declarou ao jornal O Globo que o grupo não tinha recebido todo o pagamento pelos shows. "Fomos embora sem receber uma boa parte do cachê", disse.

Três dias após o comentário, Bruni entrou com pedido de processo na Justiça de Santa Catarina, estado onde mora, com as notas fiscais correspondentes aos pagamentos efetuados à banda. Em 2003, o processo foi aberto e as audiências foram realizadas entre os anos de 2005 e 2010. De acordo com o jornal, quando o grupo retornou ao país em 2006 com a turnê Vertigo, Mullen e Bono foram comunicados.

A decisão da 3º Vara Cível da Comarca de Balneário Camboriú (SC), tomada no dia 18 de janeiro, determinou que Mullen deve pagar R$ 800 mil de indenização a Franco Bruni, com as declarações do músico tendo sido consideradas "desabonadoras e desprovidas de veracidade". O U2, que retorna ao país neste ano com a 360º Tour, não se pronunciou sobre a sentença.

Em seu blog, o empresário falou sobre o caso, caracterizando-o como uma "injustiça que me aprisionou nos últimos dez anos de minha vida, enterrando meus sonhos, abalando minha família, prejudicando brutalmente minha saúde física e mental. Caso que jogou no lixo minha credibilidade, duramente conquistada com mais de 30 anos de centenas de eventos de sucesso que realizei em nosso país".