Batman, Homem-Aranha e Thor: 6 sucessores que são tão bons quanto os originais

Tanto na Marvel quanto DC, esses personagens herdaram o uniforme, mas superaram de diversas maneiras os mentores

Vinicius Santos Publicado em 20/11/2019, às 08h28

None

Substituições de heróis acontece com bastante frequência nomundo dos quadrinhos, e os fãs costumam sempre ficar tensos com isso.

Afinal, muitas vezes o que leva o manto de um super-herói a passar para outra pessoa é uma morte trágica, ferimento incapacitante ou um trauma violento.

Entretanto, seja na Marvel ou na DC, há vários exemplos de heróis substitutos ou sucessores que não só honram o legado deixado pelos originais, como conquistam mais espaço e carinho dos fãs. Listamos alguns destes exemplos abaixo.


Batman - Dick Grayson

O primeiro Robin e o AsaNoturna durante boa parte da vida adulta, Dick Grayson vestiu o Bat-traje diversas vezes quando Bruce Wayne desaparecia ou era dado como morto. O maior período que Dick atuou como Homem-Morcego foi nas histórias de autoria de Grant Morrison.

+++LEIA MAIS: Martha Wayne, Ciborgue e Cobra: as 6 versões alternativas mais esquisitas do Coringa [LISTA]

Dick possui uma personalidade menos séria, mas isso era compensado pelo psicótico Robin Damian Wayne ao lado dele, o que criou uma dupla dinâmica diferente e inovadora, com um Batmanmais humano e que moldou o tom das revistas que se seguiram.


Ms. Marvel - Kamala Khan

Carol Danvers teve momentos difíceis como Ms. Marvel nos quadrinhos. Lutou contra o alcoolismo e teve diversos conflitos com os Vingadores, e o comportamento agressivo só foi mudar quando o manto mudou para Capitã Marvel. Já a adolescente inumana Kamala Khan tem uma trajetória muito diferente.

Apesar de assumir a identidade de Ms. Marvel, Kamala tem uma admiração forte pelos Vingadores, e luta pelo que acredita ser certo não importa as consequências, o que já a colocou várias vezes contra a própria Danvers, como no arco Guerra Civil II (2016).


Homem-Aranha - Miles Morales

Miles Morales se tornou o sucessor do cabeça de teia inicialmente no Universo Ultimate e não na linha do tempo principal da Marvel, mas mesmo assim conquistou o carinho dos fãs em igual proporção que Peter Parker, tanto que passou a interagir com o Aranha original e hoje está em uma posição de igualdade com ele.

+++LEIA MAIS: 3 erros que a DC não pode cometer depois do sucesso de Coringa [LISTA]

Além disso, Stan Lee criou um dos primeiros heróis mais humanizados, com falhas e problemas pessoais porém com um coração de ouro, para mostrar que cada um de nós pode ser um herói. Existe melhor forma de provar esse argumento do que passar o título de Homem-Aranha para outra pessoa?


Thor - Jane Foster

A chegada inicial da Poderosa Thor Jane Foster causou certa estranheza - porque até então pensava-se que Thor era apenas o nome do personagem Deus do Trovão, e não um título de herói que pudesse ser passado adiante. E Jane realmente teve que se provar digna do Mjolnir.

Ela foi acusada por Odin de roubar o martelo, lutava contra um câncer sempre que saía da forma super poderosa e ainda se juntou aos Vingadores. A poderosa Thor acrescentou um mais vulnerabilidade e humanidade ao nome.


Lanterna Verde - John Stewart

HalJordan, apesar de ser o primeiroLanterna Verde, teve vários momentos ruins, seja por causa de uma personalidade pouco desenvolvida, ou nas vezes em que sucumbiu ao mal e matou companheiros de equipe. Vários Lanternas que vieram depois, mas John Stewart certamente superou ele em todos os sentidos.

+++LEIA MAIS: Robert Downey Jr. voltará para papel de Homem de Ferro no Disney +, diz ator da Marvel

Seja no desenho animado da Liga da Justiça ou nos quadrinhos atuais da equipe escritos por Scott Snyder, Stewart se tornou um dos membros da elite da Tropa dos Lanternas Verdes, e no geral é um herói mais calmo, controlado e amado pelos fãs.


Flash - Wally West 

Barry Allen passou os tênis de corrida para o antigo Kid Flash Wally West, e ele durante muito tempo foi considerado o Flash definitivo do universo DC. Wally superou o antecessor não só em velocidade, mas em carisma e atos heróicos, sem falar que ele foi o Flash no desenho animado já citado da Liga da Justiça, no qual as piadas ficavam a cargo dele.