Beatles: John Lennon quase bateu em George Harrison por insulto a Yoko Ono

"Sabe, me disseram que ela tem um péssimo nome em Nova York", provocou Harrison na ocasião

Redação Publicado em 22/11/2019, às 12h55

None
John Lennon e George Harrison em 1965 (Foto: AP Images)

Em dezembro de 1970, durante uma entrevista para a Rolling Stone, John Lennon desabafou sobre o modo como os outros integrantes dos Beatles tratavam Yoko Ono.

A verdade é que muitas pessoas a culparam pelo rompimento da banda, inclusive “o povo dos Beatles”, que, de acordo com Lennon, a “desprezaram”.

+++ LEIA MAIS: Os Beatles eram analfabetos em música, diz Olavo de Carvalho

“Eu tinha que me casar com eles ou com Yoko, e eu a escolhi. Eu estava certo”, contou. Em seguida, o entrevistador Jann Wenner perguntou: “E como você caracterizaria a reação de George, Paul e Ringo a Yoko?"

E ele respondeu: “Foi a mesma. Paul, por exemplo, me disse inúmeras vezes que a odiava, e depois começou a gostar dela. Mas é tarde demais para mim. Eu sou pela Yoko.”

+++ LEIA MAIS: Ringo Starr disse que "não sabia o que fazer" quando soube da morte de John Lennon

Lennon, então, explicou um incidente em particular dentro da banda que o deixou incomodado.

George insultou-a na cara dela, dizendo ser ’direto’, você sabe, aquele joguinho de ‘bom, eu vou ser sincero porque foi o que chegou até mim, mas Dylan e companhia disseram que ela tem um péssimo nome em Nova York, e você emitiu más vibrações”, ele contou.

E concluiu: “Foi o que George disse a ela na época, e eu não bati nele. Não sei por que.”