Beatles: primeira demo de Abbey Road está no meio de uma batalha judicial de R$ 32 milhões

Gravadora processa família de engenheiro de som que guardou a raridade

Redação Publicado em 16/06/2020, às 10h47

None
The Beatles (Foto: AP Images)

A primeira demo dos Beatles no estúdio Abbey Road, de 1962, gerou uma batalha judicial milionária após a morte do engenheiro de som Geoff Emerick, dono do material, e a gravadora da banda. As informações são do site Express.

A demo contém o primeiro ensaio do grupo no estúdio com a música “Love Me Do” e foi gravada antes da chegada do baterista Ringo Starr. A gravadora EMI pediu que o engenheiro de som destruísse o material, mas o funcionário guardou a demo em casa. A relíquia foi incluída na herança da família após a morte de Emerick em 2018.

+++ LEIA MAIS: O que John Lennon achava da teoria ‘Paul McCartney está morto’?

Ainda segundo a publicação, a gravadora Universal, dona da EMI desde 2012, está em uma batalha judicial de R$ 32 milhões contra o espólio do engenheiro de som pelo conteúdo. A família alega direito ao material pela lei de proteção a itens abandonados perdidos, mas a gravadora pede a demo de volta porque "ordenou a destruição do material" na década de 1960. 


+++ A PLAYLIST DO RUBEL