Beatles versus Led Zeppelin: a batalha de 1969 pelo 1º lugar nas paradas

Com um imenso apelo comercial, o álbum Led Zeppelin II conquistou o topo da Billboard, desbancando Abbey Road

Redação Publicado em 05/04/2020, às 15h00

None
Led Zeppelin em 1968 (Foto 1: Reprodução/ Instagram/Jørgen Angel) e Beatles (Foto 2: AP Images)

Nas conversas durante as sessões de Let It Be, dos Beatles, em janeiro de 1969, GeorgeHarrison foi questionado sobre o novo álbum de Jimmy Page. “JimmyPage?”, Harrison respondeu pouco interessado. “Aquele que era dos Yardbirds?”

Mas Harrison e outros membros do Fab Four não demorariam para notar a banda de Page, Led Zeppelin. De fato, no final de 1969, os Beatles viram o Zeppelin superá-los nas paradas da Billboard.

+++ LEIA MAIS: Orgasmos, latas de lixo e explosivos: como nasceu o disco clássico Led Zeppelin II

Ainda levariam alguns anos para o Zeppelin eclipsar os marcos de bilheteria dos Beatles, mas a Atlantic Records sabia que o ato de hard rock tinha um imenso apelo comercial desde o início. 

No verão de 1969, o álbum de estreia homônimo da banda, Led Zeppelin, havia conquistado o décimo lugar nas paradas. Enquanto isso, Harrison e os companheiros de banda perambulavam pelos estúdios de Twickenham, filmando os ensaios para o próximo álbum deles.

+++LEIA MAIS: Beatles, Stones, Nirvana e Pink Floyd: os 50 discos mais valiosos do mundo

Durante a turnê de apoio ao disco, o Zeppelin levou a música a outro nível comLed Zeppelin II, que continha sucessos como "Whole Lotta Love", "Heartbreaker" e "Ramble On"

A demanda pelo segundo álbum do grupo foi intensa. Centenas de milhares de cópias antecipadas de Led Zeppelin II haviam sido vendidas na época de seu lançamento, em 22 de outubro de 1969.

Coincidentemente, o último álbum de estúdio dos Beatles, Abbey Road, chegou às lojas de discos um mês antes e, em novembro, alcançou o primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos, permanecendo lá até a terceira semana de dezembro. Depois, na semana de natal de 1969, o Led Zeppelin II conquistou o primeiro lugar.

+++ LEIA MAIS: Paul McCartney na bateria, George Harrison no baixo: 9 grandes trocas instrumentais dos Beatles

O reinado do Zep não durou muito, no entanto. Nas duas primeiras semanas de 1970, o Abbey Road retomou o número 1 antes de alternar com o Led Zeppelin II nas últimas três semanas de janeiro. Então, o Zeppelin teve todo o mês de fevereiro, totalizando sete semanas no topo desde o seu lançamento.

Let It Be, por sua vez, ainda não tinha sido lançado oficialmente, chegando às lojas em maio de 1970. O disco passou quatro semanas no primeiro lugar no início do verão. Mas o Led Zeppelin III desembarcou no final de 1970 e levou o Zep ao número 1 por mais um mês, chegando a 10 semanas no topo das paradas pop da América (três a mais que o Fab Four).

 


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?