The Big Bang Theory: 6 características de Sheldon Cooper que você provavelmente não percebeu

O personagem chama atenção em The Big Bang Theory, mas a sua personalidade ainda é um enigma

Redação Publicado em 21/12/2020, às 15h00

Sheldon Cooper
Divulgação / Warner

Sheldon Cooper é um dos personagens mais famosos das sitcoms norte-americanas. Extremamente inteligente, mas igualmente antissocial - e até um pouco cruel -, o cientista interpretado por Jim Parsons rouba a cena em The Big Bang Theory.

Mas, apesar de ter o foco nele, existem vários traços de personalidade de  Sheldon que você pode não ter percebido em The Big Bang Theory. Seguindo lista do Screen Rant, aqui estão 6 detalhes do personagem que precisam ser mais explorados pelos fãs.

+++LEIA MAIS: Brie Larson, a Capitã Marvel, fez audição para The Big Bang Theory

Pode Ser Bem Possessivo

Seguindo o perfil racional de Sheldon, esperaríamos que o personagem não fosse ciumento. Porém, em várias situações, esse não é o caso. Em seus relacionamentos, seja com Amy ou com um dos amigos - especialmente Leonard, Sheldon tem uma sensação infantil de posse.

Não esqueceu a educação cristã

A infância de Sheldon no Texas foi cercada pela crença religiosa da mãe. Mas apesar do cientista deixar claro várias vezes que rejeita a existência de um Deus, é impossível negar que a educação cristã deixou marcas.

Por exemplo, uma das características de Sheldon é que ele não consegue falar palavrões, o que é consequência da educação que recebeu.

+++ LEIA MAIS: The Big Bang Theory teria continuado por mais 2 anos se Jim Parsons, o Sheldon, não tivesse saído

O papel de Leonard

Parece que, em vários episódios, a série compara a relação de Leonard e Sheldon a de um pai com o filho. Essa comparação é feita de forma cômica, mas nem por isso deixa de ser verdade.

O pai de Sheldon faleceu quando ele ainda era jovem, então é possível que Sheldon desejasse uma figura paterna ou alguém em sua vida que lhe desse alguma direção.

Medo da morte

Sheldon fica muito preocupado com a efemeridade de sua existência. Além de ser extremamente obcecado por limpeza para matar qualquer germe ou vírus, o cientista chegou a traçar um calendário cronológico que monitora seu tempo de vida.

Por causa desse medo, Sheldon também não se aventura - nem mesmo na direção de um carro.

Tratamento silencioso

Quando Sheldon está bravo ou chateado, ele escolhe "bloquear" a pessoa ao invés de explicar seus sentimentos. Isso pode ser porque Sheldon aprendeu que os outros dificilmente o entendiam -  ou até o zombavam - quando tentava explicar o que pensava.

+++ LEIA MAIS: Como Sheldon Cooper reagiria à pandemia de coronavírus? Showrunner de The Big Bang Theory responde

Seu Super-Herói Favorito É Batman

Apesar de todas as camisetas - e até a fantasia - do Flash, o super-herói favorito de Sheldoné o Batman. Se você olhar com atenção no apartamente do personagem é possível ver vários objetos decorativos do homem-morcego.

Além disso, em episódio de Halloween, Sheldon se fantasia de Batman e pede para Amy ser Robin.