Bill Ward desiste oficialmente dos shows de reunião do Black Sabbath

De acordo com o baterista, integrantes pediram que ele tocasse sem receber cachê

Andy Greene Publicado em 15/05/2012, às 17h40 - Atualizado às 18h27

Black Sabbath
AP

Más notícias para os fãs do Black Sabbath: Bill Ward não vai tocar bateria em nenhum dos três shows de reunião do grupo este ano. Em uma longa mensagem postada em seu site, Ward explicou que ele simplesmente não conseguiu chegar a um acordo com seus colegas de banda. Os pioneiros do metal fazem seu primeiro show desde 2005 na noite do próximo sábado, 19, na cidade natal deles, Birmingham, na Inglaterra – e Ward afirma que ele ficou sabendo a respeito do show ao ver uma propaganda na internet.

Galeria: os melhores bootlegs do Black Sabbath.

O line-up original do Sabbath anunciou em novembro do ano passado que se reuniria para uma turnê, a primeira deles desde Never Say Die!, de 1978. Menos de dois meses depois, o guitarrista Tony Iommi foi diagnosticado com linfoma, o que fez com o que o Sabbath cancelasse a maioria das datas de sua turnê de verão. Semanas mais tarde, Bill Ward anunciou pelo Facebook que ele não participaria dos shows do grupo até que ele recebesse um contrato “digno de assinatura”. O grupo se comprometeu a seguir em frente sem ele e recentemente anunciou que seria headliner do Lollapalooza, além do já citado show de aquecimento em Birmingham este fim de semana.

Na nova carta, Ward diz que o grupo pediu a ele que tocasse bateria em três músicas durante o set deles no Download Festival, em junho, uma oferta que ele recusou. Ward diz que o Sabbath pediu a ele que tocasse no show deste sábado, 19, de graça e sem nenhuma garantia de que ele poderia participar das outras apresentações e ele não aceitou as condições.

Top 10: momentos memoráveis de Tony Iommi com o Black Sabbath.