Bill Withers, cantor do clássico 'Ain't no Sunshine', morre aos 81 anos

Também dono de outros hits 'Lean on Me' e 'Lovely Day', o cantor de Jazz e Soul morreu devido a problemas cardíacos

Andy Greene, Rolling Stone EUA Publicado em 03/04/2020, às 12h34

None
Bill Withers (foto: Gilles Petard/Redferns/Getty Images)

Bill Withers, lenda do soul que escreveu clássicos como "Lean on Me", "Lovely Day" e "Ain't No Sunshine", morreu de complicações cardíacas, de acordo com um comunicado da família dele. O músico tinha 81 anos.

"Estamos arrasados com a perda de nosso amado e dedicado marido e pai", disse a família Withers em comunicado. "Um homem solitário com um coração motivado a se conectar ao mundo em geral, com sua poesia e música, falou honestamente com as pessoas e as conectou."

+++LEIA MAIS: Morre Adam Schlesinger, da banda Fountains of Wayne, aos 52 anos, vítima do coronavírus

“Apesar de reservado, tendo vivido perto de familiares e amigos íntimos, a música dele sempre pertence ao mundo. Neste momento difícil, rezamos para que a música ofereça conforto e entretenimento, enquanto os fãs se mantém unidos aos entes queridos.”

Withers cresceu na cidade de Slab Fork, no estado da Virgínia Ocidental e não começou a carreira profissional até que ele estivesse na casa dos trinta. Mas, depois de apenas alguns discos, ele se afastou dos negócios e viveu uma vida profundamente particular.

+++LEIA MAIS: Alan Merrill, criador da música ‘I Love Rock ‘N’ Roll’, morre em decorrência do novo coronavírus

O cantor e compositor ganhou três Grammys durante a carreira e é um considerado uma das maiores influências para os gêneros do soul, R&B e Hip-Hop.

“Das poucas músicas que escrevi durante minha breve carreira, não há um gênero em que alguém não as tenha gravado”, ele disse à Rolling Stone EUA em 2014. “Não sou nenhum virtuoso, mas fui capaz de escrever músicas que as pessoas poderiam se identificar. Eu não acho que isso está mal para um cara de Slab Fork. "

Relembre o clássico "Ain't no Sunshine", de Bill Withers, abaixo:


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?