Billie Eilish achou 'brutal' lembrar de alguns momentos da vida em documentário

Nos Estados Unidos, produção será lançada em fevereiro nos cinemas e Apple TV+

Felipe Grutter | @felipegrutter (com supervisão de Itaici Brunetti) Publicado em 27/01/2021, às 09h07

None
Billie Eilish (Foto: Jordan Strauss/Invision/AP)

Em entrevista para divulgar novo documentário, Billie Eilish disse que achou "brutal" lembrar de alguns momentos da vida para filmagem do longa, anunciado em setembro de 2020. 

Intitulado Billie Eilish: The World’s A Little Blurry, o documentário deve estrear nos cinemas dos EUA e Apple TV+ em fevereiro deste ano. A produção ficou por conta de R.J. Cutler e Interscope Records, gravadora da cantora. "É realmente sobre minha vida, eu, de uma maneira que não esperava e foi muito brutal de reviver," relembrou na conversa com Vanity Fair.

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Ela continuou: "Eu passava pelo inferno em certas partes da minha vida e não tinha ideia de que alguém via isso. O fato de que eles têm uma filmagem e você pode ver minhas emoções..."

"É tipo, eu não posso deixar de pensar sobre o último episódio de The Office quando Erin estava tipo: 'Como você fez isso? Como você realmente entendeu como nos sentimos e o que estávamos fazendo? Como você fez isso?'", explicou Eilish. "Eu costumava assistir a esse episódio e pensava: seria incrível se alguém fizesse isso e você pudesse assistir novamente certas partes da vida de uma perspectiva diferente. E eu consegui!"

Ainda na entrevista, a artista revelou que "sempre amou câmeras" e também "amou estar diante delas" durante boa parte da vida: "Lembro-me de ter 10 anos e pensar: 'Mãe, posso assistir a filmes caseiros?'"

+++LEIA MAIS: 007 - Sem Tempo Para Morrer pode precisar de refilmagem, segundo site

Em outra parte da conversa, R.J. Cutler revelou como se interessa por histórias de vida adolescente: "É uma época tão fascinante da vida, onde você era criança e adulto; um pé na infância, um pé na idade adulta. E especialmente para alguém que está passando pelo que Billie estava passando e que tinha um talento notável."


+++ OS PIORES FILMES DE 2020 | ROLLING STONE BRASIL