Billie Eilish concorda com Tyler, The Creator em crítica ao Grammy: ‘Politicamente correto de usar a palavra com N’

Em janeiro, Tyler comentou sobre o fato de muitos artistas negros serem colocados em categorias de nicho como rap e música urbana

Redação Publicado em 15/06/2020, às 19h28

None
Billie Eilish (Foto: Britta Pedersen/DPA/AP Images) e Tyler, the Creator (Foto: Jack Plunkett/Invision/AP)

Em entrevista à British GQ, Billie Eilish concordou com a crítica que Tyler, The Creator fez ao Grammy em janeiro (via Elle).

No começo do ano, em coletiva realizada com os artistas logo após receberem o gramofone dourado, Tyler comentou sobre o fato de muitos artistas negros serem colocados em categorias de nicho como rap e música urbana. 

+++ LEIA MAIS: Tyler, The Creator esperou 9 anos para esfregar na cara de hater que ganhou um Grammy

"Por um lado sou muito grato que algo que fiz possa ser reconhecido em um mundo como esse. Mas ao mesmo tempo é ruim que quando nós, e me refiro a caras que se parecem comigo, fazem algo que transcende gêneros, sempre nos colocam na categoria de rapper ou urbano. E eu não gosto dessa palavra 'urbano', é só um jeito politicamente correto de dizer 'a palavra com n'", disse.

Tyler ainda explicou: "Então para mim, ser indicado na categoria de rap foi como um elogio e um tapa com as costas da mão.

+++LEIA MAIS: Tyler, The Creator diz que Eminem está mais preocupado em falar do que fazer música boa

E, na conversa com a British GQEilish concordou com toda a crítica que o artista apontou. "Eu sempre odiei categorias [...] Foi uma coisa tão legal que Tyler disse. Eu concordo com ele sobre esse termo. Não julgue um artista como pela aparência ou como se veste. Lizzo não estava na categoria de Melhor R&B naquela noite? Quero dizer, ela é mais pop do que eu".

A artista continua: "Olha, se eu não fosse branca, provavelmente estaria no rap. Por quê? Eles apenas julgam como você é e o que eles sabem. Eu acho isso estranho. O mundo quer colocar você em uma caixa; Eu tive toda a minha carreira. Só porque sou uma adolescente branca, sou pop. Onde eu sou pop? Que parte da minha música soa pop?"


+++ A PLAYLIST DO RUBEL