Billie Eilish é acusada de ‘queerbaiting’ em novo clipe; entenda

Após publicação no Instagram com legenda escrito 'eu amo garotas,' Billie Eilish é acusada por seguidores de 'queerbaiting'

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 14/06/2021, às 19h38

None
Billie Eilish (Foto: Scott Dudelson/Getty Images)

Internautas acusaram Billie Eilish de queerbaiting por conta de uma foto dos bastidores clipe de "Lost Cause." Na imagem, a cantora aparece ao lado de outras mulheres com a legenda "eu amo garotas." Para muitos seguidores, a publicação foi vista como estratégia para promover a música ao atrair a atenção do público LGBTQ+.

Enquanto alguns interpretaram a frase como uma insinuação de que Eilish se relaciona com mulheres, outros criticaram a atitude. "Amiga, não sei se você está fazendo queerbaiting ou não, mas realmente espero que não, porque é muito rude," escreveu um seguidor. "Pare de fazer isso se você é hétero," comentou outro.

+++ LEIA MAIS: 8 fatos que aprendemos no documentário de Billie Eilish, The World a Little Blurry [LISTA]

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por BILLIE EILISH (@billieeilish)

 

O queerbaiting se caracteriza como uma estratégia de marketing voltada para o público LGBTQ+ na qual são sugeridos relacionamentos ou insinuações sexuais entre pessoas do mesmo sexo, sem que isso de fato aconteça. O termo "queer," antes utilizado de forma ofensiva, agora representa quem não se encaixa no padrão heteronormativo de imposição de gênero ou orientação sexual. Enquanto "bait" pode ser traduzido como isca.

Essa técnica é muito comum no mundo do entretenimento, presente em filmes, séries, livros entre outros, sendo normalmente usada para atrair a comunidade queer sem "desagradar" a parcela mais conservadora do público. 

+++ LEIA MAIS: Documentário de Billie Eilish revela detalhes sobre namoro secreto da cantora - e por que o terminou

No entanto, de acordo com Pop Line, alguns fãs defenderam as acusações, como o portal Billie Eilish Brasil. "Para nós, Billie ser acusada dessa estratégia em 'Lost Cause' não faz sentido, uma vez que o seu público sempre foi diverso. O que entendemos do clipe foi: amigas se divertindo. Algumas ações podem ser percebidas, como a Billie vestir algumas roupas ditas 'do mundo masculino,' talvez fazendo referência a um ex ou apenas subvertendo a figura masculina," escreveram em comunicado divulgado no Twitter.

"Em relação à legenda da foto, aquilo pode realmente ser algo e, ao mesmo tempo, nada. O verbo 'Love' é tão esvaziado na língua inglesa. Assim, Billie Eilish já falou que era heterossexual, quando ela tinha uns 15/16, essa é uma idade muito baixa para autoconhecimento. As pessoas se encontram aos poucos. Talvez seja nada disso e se trate apenas do esvaziamento da palavra 'love.'  Só a Billie se pronunciando para sabermos," completaram.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 músicas para entender Billie Eilish [LISTA]

Confira o vídeo clipe de "Lost Cause":


+++ URIAS | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL