Billy Corgan fará show com oito horas de duração baseado no livro Sidarta

Publicação foi escrita pelo alemão Herman Hesse, vencedor do Nobel de Literatura em 1946

Redação Publicado em 19/02/2014, às 10h41 - Atualizado às 11h22

Galeria – Separações mais conturbadas do rock- Smashing Pumpkins
AP

Entre as sessões de composição para aquele que será o novo disco do Smashing Pumpkins, o vocalista e líder da banda, Billy Corgan, fará uma pausa para dar andamento a um novo projeto: criar uma interpretação musical do livro Sidarta ao vivo. A performance acontecerá no dia 28 deste mês.

Estrela Solitária: A tristeza infinita e a redenção improvável de Billy Corgan, o último integrante original do Smashing Pumpkins.

Segundo prevê o músico em texto publicado na página de Facebook dele, a performance terá, ao todo, oito horas de duração. O show será realizado na casa de chá do próprio Corgan, que se chama Madame ZuZu's Teahouse, localizada em Highland Park, Chicago, nos Estados Unidos.

Sidarta é uma obra do alemão Hermann Hesse, escritor que recebeu o Nobel de Literatura em 1946, inspirada em uma viagem que o próprio fez à Índia em 1910. O livro já foi, inclusive, tema para uma música do grupo de rock progressivo Yes chamada “Close to the Edge”, que acabou dando nome a um dos discos do grupo, lançado em 1972.

As 15 separações mais conturbadas do rock.

Sobre o novo álbum do Smashing Pumpkins, sucessor de Oceania (2012), a última informação que veio de Corgan data de 5 de fevereiro, quando ele avisou, via Twitter, que estava trabalhando em novas canções para a banda.