Black Sabbath: 4 fatos sobre o disco Master of Reality que talvez você não saiba

O terceiro álbum do grupo, Master of Reality (1971), revelou como a banda ainda moldava o heavy metal

Redação Publicado em 21/07/2020, às 19h09

None
Black Sabbath (Foto: Reprodução / Instagram)

Ozzy Osbourne, Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward criaram o heavy metal como conhecemos no disco de estreia do Black Sabbath. No entanto, o terceiro álbum do grupo, intitulado Master of Reality (1971), revelou como a banda ainda moldava o gênero.

Com seis músicas, o disco vendeu mais de 2 milhões de cópias e recebeu certificado de dupla platina nos Estados Unidos.

+++ LEIA MAIS: Tony Iommi diz que Ozzy é péssimo para falar ao telefone: ‘Me ligava às 2h da manhã’

Pensando nisso, o site LoudWire separou alguns fatos sobre o disco Master of Reality. Confira a lista selecionada:


Tempo investido no disco

Em entrevista ao Metal Hammer, Bill Ward  revelou com a banda passou mais tempo trabalhando no terceiro disco do que nos projetos antecessores: "No primeiro álbum, tivemos dois dias para fazer tudo, e não muito mais tempo para o Paranoid".

Ele continuou: "Mas agora nós pudemos aproveitar o tempo e experimentar coisas diferentes. Todos nós abraçamos a oportunidade: Tony tocou partes de guitarra clássica, o baixo de Geezer estava praticamente dobrado em potência, eu fui para uma bateria maior, também experimentando overdubs. E Ozzy estava muito melhor".

+++ LEIA MAIS: Ex-Black Sabbath, Geezer Butler comenta homenagem de Tom Morello à Black Lives Matter e à banda


Problemas em "Into the Void"

Tony Iommi recordou como o colega, Ozzy Osbourne, teve um pouco de dificuldade com os vocais da música "Into the Void". "O ritmo é lento, mas o riff em que Osbourne entra é muito rápido. Osbourne teve que cantar muito rapidamente: 'Rocket engines burning fuel so fast, up into the night sky they blast'".

"Vê-lo tentar foi hilário", acrescentou o guitarrista.

+++ LEIA MAIS: Black Sabbath usava cruz nas roupas para se proteger de maldição satânica, explica Geezer Butler


Erros de impressão

As primeiras edições do disco distribuídas nos EUA tinham um erro de impressão no título, que dizia Masters of Reality, em vez de Master of Reality.

Além disso, a capa falava como o álbum tinha 11 faixas - mas, na verdade, são apenas 8 -, adicionando as canções "The Haunting", "Step Up" e "Deathmask" como parte da lista.

+++ LEIA MAIS: A vez em que Tony Iommi colocou Madonna para fora de ensaio do Black Sabbath


Talento escondido de Tony Iommi

Além de tocar guitarra, Tony Iommy também toca flauta e piano no disco.

+++LEIA MAIS: Por que Zakk Wylde não participa do disco Ordinary Man? Ozzy Osbourne responde


+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE