Blink-182 deixa a gravadora Interscope

A partir de agora a banda é independente, tuitou Tom DeLonge

Rolling Stone EUA Publicado em 24/10/2012, às 17h24 - Atualizado às 17h34

Novo álbum do Blink-182 está quase pronto
AP

Depois de se reunir no ano passado para fazer o disco Neighborhoods, o Blink-182 acaba de se separar da gravadora Interscope. “Liberdade!! A partir de hoje o Blink é independente!!!!!”, o cantor e guitarrista Tom DeLonge tuitou ontem com uma foto de Mel Gibson no filme Coração Valente. O Blink-182 tinha ligação com a Universal Music, dona da Interscope, desde 1997.

“Sim, não estamos mais com a Interscope. Foi uma longa e maravilhosa jornada com eles, começando na Cargo Records, depois MCA, então a Geffen e finalmente a Interscope, mas chegou a hora de seguir em frente”, o cantor e baixista Mark Hoppus disse à MTV norte-americana. “As razões para não trabalharmos mais juntos são muitas e variadas, mas acima de tudo desejamos sorte em tudo no futuro deles, e agradecemos àqueles que trabalharam duro com o Blink-182 no passar dos anos.”

Hoppus disse que os planos da banda incluem continuar o processo de composição do sucessor de Neighborhoods “até o fim do ano” e gravar depois da turnê na Austrália, em fevereiro.

“Quanto a gravadoras, para ser honesto, estamos esperando a palavra final do nosso advogado sobre o fim definitivo do nosso contrato com a Interscope”, disse Hoppus. “Temos sorte de estar em uma posição na qual, depois de 20 anos na banda, podemos ser independentes e abertos a todas as opções. É uma época muito instigante. Sinto que nossa banda está no melhor lugar em muito tempo. Quero dizer, olhe para o meu cabelo!”, brincou.