Blogueiro é condenado pelo vazamento de músicas do Guns N' Roses

Kevin Cogill ficará dois meses de prisão domiciliar por divulgar nove faixas de Chinese Democracy na internet; sentença inclui também um ano de liberdade condicional e participação em comercial antipirataria

Da redação Publicado em 15/07/2009, às 19h48

Quase um ano depois de ficar mundialmente famoso por vazar na internet músicas do novo álbum do Guns N' Roses, Kevin Cogill foi condenado pela Justiça de Los Angeles. A sentença, anunciada nesta terça, 14, condena o designer a dois meses de prisão domiciliar e um ano de liberdade condicional ao blogueiro. A informação é da agência de notícias Reuters.

Cogill foi considerado culpado pela violação de leis federais de copyright em dezembro do ano passado. Na época, o designer concordou em ajudar as autoridades a identificar a fonte original do "vazamento", já que não sabia quem era o dono das gravações. O blogueiro fez a alegria dos fãs ao postar, no blog Antiquiet, nove músicas do álbum Chinese Democracy - cinco meses antes do lançamento oficial. O disco, lançado em novembro de 2008, foi o primeiro do grupo em 17 anos - quase 15 foram dedicados à produção do álbum.

Para completar a pena, o designer também deverá aparecer em um comercial antipirataria. A campanha, realizada para a Recording Industry Association of America (Associação da Indústria de Gravação da América), será exibida durante a cerimônia do Grammy, no dia 31 de janeiro de 2010.

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos continua à procura do responsável pelos arquivos que caíram na rede.