BNDES dá R$12,45 mi ao cinema nacional

Banco anuncia lista de 18 filmes que receberão investimentos; 164 foram inscritos no programa

Da redação Publicado em 17/09/2008, às 10h12 - Atualizado às 10h27

O Banco Nacional de Desenvolvimento Social - BNDES - anunciou o apoio de R$12,45 milhões à produção e finalização de 18 filmes nacionais. O investimento financeiro se enquadra na Lei do Audiovisual.

A instituição recebeu 164 projetos. Destes, 28 foram pré-selecionados. Cada um dos responsáveis defendeu a viabilidade da obra diante de uma comissão, que definiu os 18 escolhidos. O resultado foi divulgado ontem, 16, pela direção do banco.

Um dos requisitos do BNDES é que os projetos cinematográficos tenham plenas condições de serem concluídos e de serem exibidos ao público. Isso é levado em conta na hora de escolher os finalistas: 14 dos filmes escolhidos já fecharam um contrato de distribuição no país, ou estão prestes a fazê-lo.

Dez dos projetos escolhidos são do Rio de Janeiro; sete são de São Paulo e um é de Pernambuco.

O BNDES oferece apoio financeiro a obras cinematográficas de longa-metragem há 13 anos. Nesse período, 304 filmes foram produzidos com a ajuda de recursos do banco, totalizando mais de R$105 milhões em investimentos; cerca de 222 foram concluídos e 172 foram lançados em circuito. Mais cinco devem chegar às telonas brasileiras até o final do ano.

Cada gênero cinematográfico tem um teto máximo de valor a ser recebido do banco. Filmes de ficção e animação podem receber até R$1,5 milhão; se a verba for destinada à finalização de longas desse gênero, o valor máximo é de R$750 mil. Para finalização de documentários, o valor é de R$250 mil.

Veja abaixo a lista dos filmes escolhidos pela instituição em 2008.

A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água - Sérgio Machado (Rio de Janeiro)

A Primeira Vez de Priscila - Rosane Svartman (Rio de Janeiro)

Alô, Alô, Terezinha - Nelson Hoineff (Rio de Janeiro)

Cinco Vezes Favela, Agora Por Eles Mesmos - Carlos Diegues (Rio de Janeiro)

Corações Sujos - Vicente Amorim (São Paulo)

Eu e Meu Guarda Chuva - Toni Vanzolini (Rio de Janeiro)

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios - Beto Brant (São Paulo)

Heleno, O Homem Que Chutava Com A Cabeça - José Henrique Fonseca (São Paulo)

História de um Valente - Cláudio Barroso (Pernambuco)

Identidade - Tadeu Jungle (São Paulo)

Mano - Laís Bodanzky (São Paulo)

Nautilus - produtora Clewerson Saremba Indiana Produções Cinematográficas Ltda. (Rio de Janeiro)

Olhos Azuis - José Joffily (Rio de Janeiro)

Paraísos Artificiais - Marcos Prado (Rio de Janeiro)

Somos Tão Jovens - Antonio Carlos da Fontoura (Rio de Janeiro)

Tarsilinha, de Kiko Mistrorigo, (São Paulo)

Um Dia, da produtora Jeferson De Glaz Entretenimento Ltda., (São Paulo)

Uma Professora Muito Maluquinha - produtora Marcus Figueiredo Diler & Associados (Rio de Janeiro)