Bob Dylan e Paul McCartney podem formar parceria

Ícone do folk disse, em entrevista, que seria "muito excitante" trabalhar com o ex-Beatle

Da redação Publicado em 07/05/2009, às 11h24

Bob Dylan e Paul McCartney podem estar prestes a formar a dupla dos sonhos de qualquer produtor musical. Dylan lançou a deixa em entrevista à Rolling Stone EUA, na qual estampa, este mês, a capa pela 15ª vez. O assunto veio à tona quando o músico foi lembrado sobre as músicas que compôs ao lado de outro ex-Beatle, o já morto George Harrison, no supergrupo Traveling Wilburys (que também contou com Roy Orbison, Jeff Lynne e Tom Petty), nos anos 1980. Um dia, afirmou Dylan, a parceria com Sir McCartney poderia cair muito bem. "Seria excitante fazer algo com Paul!" Com um porém: "Sabe, nossos caminhos precisam se cruzar para que algo assim faça sentido".

Em seguida, o jornal londrino The Independent contatou o porta-voz do músico britânico para verificar se os caminhos das duas lendas do rock podiam, afinal, desembocar na mesma rota. "Penso que ele estaria bastante interessado em ouvir a respeito." McCartney, no entanto, ainda não estava ciente da declaração de Dylan - mas, no ano passado, já havia creditado ao colega o status de gênio e dito que um dueto com Dylan muito o agradaria. David Byrne é outro artista na "lista dos sonhos" do britânico.

Na entrevista à RS, o norte-americano se mostrou cético quanto a surgir "o próximo Bob Dylan" na música. "Minha banda toca um tipo de música que difere de qualquer um. Não acho que você vá escutá-la de novo. Demorou um tempo até achar essa coisa. Mas acredito que as coisas lhe sejam entregues quando você está pronto para fazer uso delas."

Recentemente, Dylan quebrou um jejum de 39 anos ao emplacar seu 33° álbum de estúdio, Together Through Life, no topo das paradas britânicas; pouco depois repetiu o feito na lista da revista norte-americana Billboard.