Bolsonaro: 'É uma mentira essa história de que a Amazônia arde em fogo'

O presidente da República também afirmou que o governo brasileiro é alvo de críticas injustas

Redação Publicado em 12/08/2020, às 07h48

None
Jair Bolsonaro (foto: Andressa Anholete, Getty Images)

Jair Bolsonaro afirmou que "é uma mentira essa história de que a Amazônia arde em fogo" durante a 2ª Cúpula Presidencial do Pacto de Letícia pela Amazônia, realizada virtualmente nesta terça-feira, 11, com todos os presidentes dos países amazônicos, segundo informações do Estadão reproduzidas pelo Uol.

Bolsonaro enfatizou que o desmatamento na parte brasileira da floresta teve uma queda de 28% no mês de julho, se comparado com o mesmo período de 2019. Além disso, ele disse que o governo se dedica para deter a desflorestação, mas, mesmo assim, é alvo de críticas. 

"Nosso empenho é grande, é enorme no combate aos focos de incêndio e ao desmatamento. Podem ver, em julho deste ano, levando-se em conta julho do ano passado, nós registramos uma diminuição de 28% de desmatamento ou queimadas na região. Mas, mesmo assim, ainda seguimos sendo criticados. Afinal, o Brasil é uma potência no agronegócio."

+++ LEIA MAIS: Anitta é entrevistada do jornal The Guardian e opina sobre Bolsonaro: 'Não aprovo'

Contudo, o presidente da República não citou que, no quadro geral, o desmatamento na Amazônia aumentou 34%, de acordo com estudos do Inpe - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 

Bolsonaro também declarou que possui uma política de “tolerância zero” em relação aos crimes ambientais. "Nossa política é de tolerância zero, não somente para o crime comum, mas também para a questão ambiental”, disse o presidente. 

O político completou: “Combater os ilícitos é essencial para a preservação da nossa Amazônia, mas não é tudo, temos que estimular também na região o desenvolvimento sustentável”. 

+++ LEIA MAIS: Drauzio Varella critica Bolsonaro após 100 mil mortes: 'Negou o perigo'

Bolsonaro ainda falou que o governo brasileiro está combatendo a mentira sobre o desmatamento “com números verdadeiros”. Ele acredita que é necessário resistir para preservar a riqueza da floresta e insistir para mostrar que as críticas recebidas são injustas. 

"Nós sabemos o quanto somos criticados de maneira injusta por muitos países do mundo. Nós, com perseverança, com determinação e com verdade, devemos insistir. Essa região é muito rica, é praticamente o que sobrou do mundo no tocante à questão ambiental e riquezas naturais. Vamos resistir."


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS