Bolsonaro fala em 'milagre' por ainda estar à frente do governo; entenda

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro disse que há supernotificação de mortes de Covid-19 como parte de uma “jogada política”

Redação Publicado em 22/06/2021, às 11h41

None
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) disse ser um “milagre” que ainda esteja à frente do governo brasileiro. Após o Brasil chegar a trágica marca de 500 mil mortos pela Covid-19, o presidente disse existir uma “jogada política” para supernotificar óbitos pela doença. 

Segundo o Estadão, Bolsonaro disse em conversa com apoiadores na segunda, 21, que as mortes por Covid-19 são infladas com o objetivo de desgastar a própria gestão - e criticou à Rede Globo: “As mortes parecem que interessam para a TV Funerária. A TV Funerária entrou em êxtase quando atingiu as quinhentas mil mortes”.

+++LEIA MAIS: Bolsonaro pode ser convocado para depor na CPI da Covid?

Em seguida, o presidente falou em “milagre” quando se trata de ainda ocupar cargo de presidente do Brasil: "Cada um tem a religião que quer, né? Para mim, são dois milagres: estar vivo e estar eleito. E outro, o terceiro: estar no mandato ainda." Bolsonaro também disse que irá “entregar” um Brasil melhor, só não sabe “quando”, referindo-se à reeleição no final de 2022.

Ao ser questionado sobre as buscas por Lázaro Barbosa, conhecido como “serial killer do Distrito Federal”, Bolsonaro defendeu o armamento da população: “Parece que ele tentou invadir uma casa aí, não entrou porque o cara estava armado. Não é o Estatuto do desarmamento que vai dar tranquilidade para você. No que depender de mim, todo mundo que quiser vai ter arma. Os vagabundos têm”.

+++LEIA MAIS: 'Vamos prender Bolsonaro', diz vice-presidente da CPI da Covid


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL