Bolsonaro volta a falar em 'fraude' no sistema eleitoral brasileiro

Em conversa om apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que três ministros do STF estão em articulação para proposta de voto impresso auditável não ser aplicada em 2022

Redação Publicado em 01/07/2021, às 11h55

None
Jair Bolsonaro mexe na máscara durante visita a São Paulo em agosto de 2020 (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar sobre a existência de fraude no sistema eleitoral brasileiro. Em conversa com apoiadores nesta quinta, 1º de julho, o presidente disse que uma eleição sem o voto impresso auditável iria favorecer Lula (PT) em 2022.

Conforme noticiado pelo UOL, Bolsonaro comentou: “Queremos eleições limpas no ano que vem, porque tiraram o Lula da cadeia, tornaram ele elegível para ele ser presidente na fraude, e isso não vai acontecer.”

+++LEIA MAIS: Lula rebate Bolsonaro: 'Acha que eu tenho medo dele?'

Ainda, Bolsonaro disse que três ministros do STF estão em articulação para proposta de voto impresso auditável não ser aplicada em 2022. O presidente não citou nomes, mas explicou que caso o esquema eleitoral não mude, será preciso “inventar” uma maneira de haver “eleições confiáveis” com contagem de votos.

"Se não tiver [voto auditável], vão ter problemas no ano que vem. Estou me antecipando a problemas no ano quem vem para ter certeza de que em quem eu votar vai ser eleito. Do jeito que está aí, a fraude está escancarada", declaro

+++LEIA MAIS: Responsabilização de Bolsonaro está mais próxima, aponta CPI da Covid

Sobre a articulação dos ministros do STF, Bolsonaro disse (via UOL) que, se a proposta do voto impresso auditável for aprovada pelo Congresso, terá de valer para 2022: "Estou adiantando aqui porque a manifestação da democracia é a transparência. Não adianta vir com 'argumentozinho' de que é muito caro, porque dinheiro tem, tanto que arranjaram dinheiro para as eleições para comprar impressoras."

A declaração do presidente Jair Bolsonaro em conversa com apoiadores nesta quinta, 1º de julho, pode ser conferida no vídeo abaixo, publicado pelo canal bolsonarista de YouTube chamado "Foco do Brasil": 

+++LEIA MAIS: Relator da CPI da Covid cobra explicação de Bolsonaro: ‘Cinco dias em silêncio'


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL