Bon Iver critica o Grammy

"Todo mundo deveria ir para casa, isso é ridículo", disse Justin Vernon sobre a premiação, antes de ser indicado a quatro prêmios

Redação Publicado em 05/12/2011, às 12h44 - Atualizado às 15h04

Bon Iver - Justin Vernon
Divulgação/Facebook oficial

Justin Vernon, vocalista e principal compositor do grupo Bon Iver, teve publicados na última sexta, 2, trechos de uma entrevista cedida ao jornal New York Times em junho deste ano, na qual ele criticou o Grammy. A banda concorre disputa quatro categorias, incluindo música do ano por "Holocene", do álbum homônimo da banda.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"Eu não acho que o álbum do Bon Iver é o tipo de disco que seria indicado ao Grammy", disparou Vernon, meses antes de saber que seria indicado. "[Se ganhasse] eu iria lá em cima e diria: 'Isso é para os meus pais, porque eles me apoiaram', porque eu sei que eles achariam estúpido da minha parte não ir até lá. Mas eu senti que iria dizer: 'Todo mundo deveria ir para casa, isso é ridículo. Vocês não deveriam estar fazendo isso. Não deveríamos estar num salão grande olhando uns para os outros e fingindo que isso é importante'. Isso é o que eu diria."

Segundo Vernon, a maioria dos indicados ao Grammy faz um disco pensando em ganhar o prêmio. "Eu não acho que o Arcade Fire [a banda venceu o prêmio de álbum do ano com The Suburbs no Grammy deste ano] estava comprometido com isso", disse o músico. "Mas 98% das pessoas naquela sala, sua arte é comprometida pelo fato de elas pensarem nisso e terem a esperança de conseguir aquele prêmio. E por quem aquele prêmio é dado? É como se fosse dado, literalmente, pelos deuses da história musical. E eu nem sei quem vota. Eu tenho um amigo que vota que pensa: 'Eu tenho de votar porque eu não confio nos outros que votam'. E eu disse: 'Nem eu!'"