Boneca da animação Trolls é retirada das lojas por supostamente incentivar abuso infantil

O brinquedo foi criticado por possuir botão em local inadequado

Redação Publicado em 06/08/2020, às 19h34

None
Boneca Trolls (Foto: Reprodução/Instagram)

Após críticas, a DreamWorks e a Hasbro decidiram retirar de circulação a boneca da animaçãoTrolls 2. O brinquedo recebeu diversos comentários negativos por supostamente incentivar o abuso infantil - isso porque ele foi projetado para fazer barulhos em uma posição sentada e possuiu um botão em local inadequado. As informações são da Consequence of Sound.

+++LEIA MAIS: The Killers vai investigar acusação de abuso sexual contra integrante da equipe de turnê

Um botão grande não anunciado da embalagem do produto foi colocado sob a saia da boneca, entre as pernas (local que, na vida real, seria as partes íntimas da criança. Outra problemática divulgada pelo perfil redpillbabe no Instagram é que, ao pressionar, os sons emitidos seriam sexuais. 

 

Após reconhecer o design problemático, o perfil sugeriu que as bonecas foram fabricadas especificamente para preparar crianças para abuso infantil, uma alegação que levou a postagem a receber a etiqueta de verificação de fatos "Parcialmente falsa" do Facebook e do Instagram.

+++LEIA MAIS: Como o lançamento da animação Trolls 2 resultou em uma briga entre a Universal e uma rede de cinemas norte-americana

Mesmo assim, uma petição online no change.org reuniu mais de 100.000 assinaturas - o que levou a Hasbro a parar a comercialização do brinquedo. Julie Duffy, porta-voz da empresa, falou ao The Providence Journal sobre a boneca: 

“Esse recurso foi projetado para reagir quando a boneca estava sentada, mas reconhecemos que o posicionamento do sensor pode ser considerado inadequado. Isso não foi intencional e estamos felizes em fornecer aos consumidores uma boneca Poppy de valor semelhante por meio de nossa equipe de atendimento ao consumidor. Estamos no processo de remover o item para compra”, explicou.

+++LEIA MAIS: Duffy critica Netflix por filme 365 Dias: ‘Glamoriza tráfico sexual, sequestro e estupro’


+++RAP, FUNK E PAGODE NA ENTREVISTA COM OROCHI: 'SOU ESSA MISTURA LOUCA' 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS