Bono nega que tenha se tornado bilionário por causa do Facebook

O frontman do U2 afirma que a Elevation Partners é uma empresa que investe o dinheiro de outras pessoas e que não está mais rico que Paul McCartney

Redação Publicado em 18/05/2012, às 17h18 - Atualizado às 18h20

Top 10 - Bono
AP

Em entrevista a MSNBC, Bono negou que tenha ultrapassado Paul McCartney e se tornado o músico mais rico do mundo.

O site da Nasdaq declarou na manhã desta sexta, 18, que com o início da oferta pública de ações do Facebook na bolsa de valores, o líder do U2 teria se tornado bilionário. Isso porque a empresa dele, a Elevation Partners, é dona de 2,3% das ações da rede social.

Bono e The Edge, do U2, investem no Dropbox.

Porém, Bono negou que sua parcela agora esteja valendo US$ 1,5 bilhão. “Ao contrário do que foi noticiado, eu não sou um bilionário e nem vou ser mais rico do que qualquer Beatle – e não somente no que diz respeito a dinheiro, aliás, os Beatles são intocáveis –, essas notícias sobre ser bilionário são uma piada. Na Elevation, nós investimos dinheiro de outras pessoas – doações, fundos de pensão. Claro que somos pagos para isso. Mas sabe, eu me sentia rico quando tinha 20 anos e minha esposa estava pagando minhas contas. Só de estar em uma banda eu já sempre me senti abençoado. Eu me interessei por tecnologia porque eu sou um artista… a tecnologia é algo enorme, eu queria aprender a respeito. As pessoas podem dizer que isso é esquisito, mas eu acho que é estranho os artistas não estarem interessados no mundo em volta deles. Estou sempre buscando isso. O Facebook é um time incrível e brilhante, é uma tecnologia que une as pessoas.”