Boogarins lança o disco ao vivo Desvio Onírico; ouça

Álbum registra quatro performances de banda goiana em shows espalhados pelo mundo e em uma sessão de estúdio

Redação Publicado em 03/02/2017, às 13h22 - Atualizado às 13h33

(No sentido horário) Dinho Almeida, Raphael Vaz, Benke Ferraz e Ynaiã Benthroldo, atual formação do Boogarins

Ver Galeria
(3 imagens)

Em entrevista recente à Rolling Stone Brasil, Benke Ferraz, guitarrista do Boogarins, disse que a banda deve lançar dois discos em 2017. O primeiro deles, um álbum ao vivo nada convencional, chamado Desvio Onírico, foi publicado na internet esta sexta, 3.

O trabalho traz apenas quatro faixas, mas tem duração de LP: mais de quarenta minutos. A tracklist traz registros de performances de “Infinu” (no festival canadense Levitation Vancouver), “Tempo” (no Rock in Rio de Lisboa, em Portugal), “Auchma” (no Bailey Park, da cidade norte-americana de Winston-Salem) e “Manchaca”, uma jam registrada na casa em que o grupo passou uma temporada, em Austin, no Texas.

LEIA TAMBÉM

O Boogarins integra nossa lista de Melhores Músicas Nacionais de 2016

[Resenha] Boogarins – Manual, ou Guia Livre de Dissolução dos Sonhos (2015)

[Entrevista] Boogarins prepara dois discos para 2017

Desvio Onírico sai para streaming gratuito pelo Bandcamp, com o álbum digital (download em MP3 ou FLAC) custando US$ 4,20. Os lucros adquiridos com as vendas nesta sexta, 3, serão doados à União Americana pelas Liberdades Civis, uma ONG norte-americana.

O novo álbum ao vivo registra o que foi o ano de 2016 para o Boogarins, que tocou uma média de um show a cada 3,6 dias, em turnê com o segundo disco da carreira, Manual, de 2015. “É um recorte desse momento musical, no qual acho que estamos bem mais estruturados ao vivo, depois de tantas turnês”, disse Ferraz à Rolling Stone Brasil.

Desvio Onírico abre caminho para o terceiro disco de estúdio do quarteto goiano, que deve sair ainda este ano. Novamente produzido pela própria banda, o trabalho trará como novidade a presença de sintetizadores – tocados pelo baixista, Raphael Vaz – e a participação como compositor do baterista, Ynaiã Benthroldo. Saiba mais aqui.

Abaixo, ouça as quatro faixas de Desvio Onírico.