Pulse

Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein por assédio a Gwyneth Paltrow

O ator confrontou o ex-produtor em 1995, época em que Paltrow era namorada de Pitt

Redação Publicado em 23/09/2019, às 18h00

None
Brad Pitt (Foto: Vianney Le Caer/Invision/AP)

Em entrevista para Christiane Amanpour, da CNN, Brad Pitt deu mais detalhes sobre o confronto com Harvey Weinstein, em 1995. Na época, o ator descobriu que o produtor assediou Gwyneth Paltrow, sua namorada no período, e chegou a ameaçar Weinstein de morte.

“Naquele momento, eu era apenas um garoto dos Ozarks no parquinho e foi assim que enfrentamos as coisas”, disse Brad Pitt, durante a promoçãp do filme Ad Astra, no qual ele atua e produz. 

+++LEIA MAIS: Brad Pitt planeja se afastar de Hollywood: "Eu quero fazer outras coisas agora"

O ator justificou a ameaça: “Eu só queria ter certeza de que nada iria acontecer mais, porque Paltrow faria mais dois filmes com ele. Acho interessante que, no ambiente de trabalho de Hollywood, a dinâmica de homens e mulheres está mudando de uma maneira muito boa. É uma história importante para contar.”

+++LEIA MAIS: Brad Pitt sabe a resposta da grande questão de Era Uma Vez em Hollywood

Décadas após o confronto entre Brad Pitt e Harvey Weinstein, foram realizadas mais de 70 acusações de assédio sexual contra o produtor, incluindo nomes de atrizes como Ashley Judd, Kate Beckinsale, Salma Hayek e a própria Gwyneth Paltrow

A mobilização foi tão grande que foi criada uma hashtag #MeeToo (Eu Também), usada  por diversas mulheres para compartilharem suas próprias experiências de abuso, assédio sexual ou estupro nas mídias sociais.

+++LEIA MAIS: Vítimas de Harvey Weinstein fecham acordo de US$ 44 milhões por abuso sexual

O julgamento de Harvey Weinstein ainda não começou. Apesar de ter sido marcado para o início de setembro, o surgimento de outra testemunha no caso adiou o parecer pelas agressões sexuais para o dia seis de janeiro de 2020.